SAPedal e Boa Forma iniciam "II DESAFIO VERÃO SAÚDE EM MOVIMENTO – INICIANTES, PLANÍCIES, CASCATAS, MONTANHAS, ROAD E EXTREME CHALLENGE" | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

SAPedal e Boa Forma iniciam “II DESAFIO VERÃO SAÚDE EM MOVIMENTO – INICIANTES, PLANÍCIES, CASCATAS, MONTANHAS, ROAD E EXTREME CHALLENGE”

SAPedal e Boa Forma iniciam “II DESAFIO VERÃO SAÚDE EM MOVIMENTO – INICIANTES, PLANÍCIES, CASCATAS, MONTANHAS, ROAD E EXTREME CHALLENGE”

Ainda mais completo, com trilhas, rios e muitas belezas naturais, o novo Desafio Verão Saúde em Movimento já começou. Ele contemplará todos os tipos de ciclistas, dos mais iniciantes, até os mais radicais e experientes.
O Desafio possui cinco categorias principais: PLANÍCIES, CASCATAS, MONTANHAS, ROAD E EXTREME CHALLENGE. Cada uma tem três Trajetos. Quem concluir os três percursos de um Desafio ganhará uma medalha.
Também foram criadas duas mandalas diferentes. Uma para quem fizer os nove trajetos (PLANÍCIES, CASCATAS, MONTANHAS) e outra, maior, para os que concluírem também os percursos ROAD e EXTREME.
Para contemplar os INICIANTES, existem, ainda, outros três trajetos, bem light’s. Assim, todo mundo pode conhecer melhor o município, se divertir e se desafiar.
Participar é muito fácil. Todos os trajetos iniciam e terminam na frente da Academia Boa Forma, na Av. Afonso Porto Emerim. Lá, tem um painel com todos os trajetos e um QR CODE para cada. Basta apontar a câmera do celular para o código escolhido e seguir a rota no app Strava. Depois, quando chegar, o ciclista deve postar nas suas redes sociais e marcar os patrocinadores (que são fundamentais para que as medalhas sejam oferecidas gratuitamente).
O Desafio Verão Saúde em Movimento é uma organização do SAPedal e da Academia Boa Forma. Ele teve início na véspera do Natal e já teve, em poucas semanas, dezenas de ciclistas realizando os percursos. Como objetivos, o projeto quer estimular a prática de esportes, proporcionar rotas interessantes aos ciclistas, oferecer melhor qualidade de vida à população e aumentar os atrativos turísticos do município, gerando, também, uma nova possibilidade de fonte de renda aos patrulhenses.