Mônica "Quando começaram a gritar meu nome, eu chorei" | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Mônica “Quando começaram a gritar meu nome, eu chorei”

Mônica            “Quando começaram a gritar meu nome, eu chorei”

Um momento que nunca mais Mônica Santos irá esquecer: 60 mil gargantas no Maracanã começaram a gritar seu nome enquanto os cadeirantes desfilaram. O choro foi incontrolável sendo a maior demonstração de carinho para com uma Mulher que se tornou exemplo mundial de dedicação à Maternidade, arriscando a própria vida para ter a sua Paolla. “Esse gesto num grande estádio como o Maracanã, vale mais do que o ouro e só isso já diz tudo: valeram as renúncias, os sacrifícios.” Por isso Mônica adiou o projeto de aposentadoria para 2020 após a Paralimpíada de Tóquio.
Recebendo na volta, o carinho da população patrulhense e desfilando em carro aberto, sendo cumprimentada na Prefeitura pelo prefeito em exercício Armindo de Jesus e o Secretário de Cultura Antônio Carlos Brito, nossa querida patrulhense não para por aqui.
Em seguida retornará aos treinamentos, porque já em novembro nossa tetracampeã brasileira e bicampeã das Américas estará participando do campeonato brasileiro de esgrima em cadeira de rodas em São Paulo. A dedicação do marido e da filha também foram muito importantes. E participar por duas vezes do Fantástico, além de outros programas de televisão do Brasil e exterior, sendo também tema de reportagens em rádios, jornais e revistas do mundo inteiro, é para ela, muito gratificante.
Mônica agradece à população por todo o carinho recebido, tanto pessoalmente, como através das redes sociais.



A Falcon5M foi criada em Porto Alegre para o Brasil todo a partir da união entre as empresas W5M Comunicação e Falcon Designer, ambas com ampla experiência de 6 anos no mercado.