Médica explica como se processa a classificação de risco | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Médica explica como se processa a classificação de risco

Médica explica como se processa a classificação de risco

A classificação de risco adotada pelos hospitais, é uma medida internacional criada para evitar mortes e salvar vidas. É uma ferramenta de organização da fila de espera.
Com essa definição, a diretora técnica do Hospital Santa Casa/Santo Antônio conversou com a reportagem a respeito desse assunto que tem sido muito comentado nas redes sociais, relativamente ao atendimento no setor de emergência do Hospital Santa Casa/Santo Antônio.
SIGNIFICADO
Márcia Müller explica que as cores significam o tempo de atendimento para o paciente. Exemplificando, a médica disse que na categoria azul estão aqueles que não necessitam estar na emergência e devem agendar suas consultas no Posto de Saúde. Na categoria verde estão aqueles que não correm risco de morte no momento e devem aguardar para atendimento. Na amarela ficam aqueles que têm uma certa urgência, mas poderão aguardar e na laranja ou vermelha estão aqueles que são vítimas de acidentes graves ou sofreram infarto, AVC ou casos clínicos mais graves que podem levar a morte imediatamente ou em poucas horas.
TRIAGEM
Todo esse processo de triagem é efetuado por uma enfermeira de nível superior completo. “Esse processo – frisa a médica – não é uma invenção da Santa Casa, mas um conceito de nível internacional, com base em diversas doenças para salvar vidas em um pronto socorro.”
Márcia Müller apela para a compreensão por parte de todos os que procuram o hospital, porque destaca que se busca atender toda a demanda. “É importante que na chegada, após a triagem, a enfermeira oriente o Paciente sobre a cor”.
EXAMES
Com relação a exames, há casos em que o paciente sai com o laudo em cerca de duas horas, mas os laudos de Raio X e tomografias, são enviados via sistema para equipe de laudo em Porto Alegre.
“Por isso, pode vir a ocorrer a demora de várias horas até que tudo fique pronto para que os laudos possam ser encaminhados ao hospital de Santo Antônio. Já as ecografias são analisadas em Santo Antônio por médicos locais nos dias em que possuímos escala de Ecografistas”, conclui a dra. Márcia Müller.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *