Licitação do hospital abre nessa sexta | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Licitação do hospital abre nessa sexta

Licitação do hospital abre nessa sexta

O prefeito baixou Edital de Licitação com vigência a partir desse dia 09/09 para a escolha do novo grupo gestor do Hospital Santo Antônio, uma vez que o contrato com a atual gestão expira em 26 de outubro e um novo contrato só poderá ser feito com a existência de Alvará. A divulgação do resultado da licitação acontecerá no dia 27 de outubro deste ano.
Na Câmara o assunto foi um dos destaques da sessão desta semana. Já a Coordenadora Regional de Saúde Magda Bartikowski apelou às lideranças da comunidade para que se unam a fim de evitar que o pior aconteça. De outra parte ela destacou que o Hospital Santo Antônio continua sendo referência regional em Oftalmologia.
Conversando com a reportagem da FOLHA PATRULHENSE o vereador André Randazzo dos Reis expôs a situação existente no hospital:
FOLHA: Como o senhor avalia toda essa situação do hospital?
DECO: A situação é crítica. Há um despreparo na gestão da empresa que administra o hospital e falta fiscalização e vontade do Executivo em resolver certas questões.
FOLHA: A decisão do MP em “recomendar” ao prefeito medidas urgentes nos setores mais deficitários do hospital como vê essa medida?
DECO: A que ponto chegamos, tendo que interferência do MP nas questões diárias, simples e mais necessárias do Hospital! Será que estas preocupações do MP não poderiam ter sido resolvidas pelo Executivo? O Prefeito médico não sabia? É muito triste ver a situação que se encontra o Hospital Municipal.
FOLHA O hospital tem solução?
DECO: Claro que sim. Basta ter uma empresa idônea, que pague em dia seus funcionários, seus fornecedores e que faça gestão hospitalar. O próprio Prefeito em exercício disse ao vivo na Rádio local dia 05/09/16: “traremos uma empresa que tenha condições e qualidades técnicas que a população merece”.
FOLHA: E a CPI do hospital em que poderá resultar?
DECO: A CPI foi criada para esclarecer o passado e o presente: do ano de 1997 a 2016. Tudo que aconteceu no passado, certo ou errado, a justiça está cuidando. Mas o que assusta é o presente. Os resultados serão surpreendentes.
FOLHA: Mais alguma consideração que queira fazer?
DECO: O maior medo que a população Patrulhense tem, é o de não ter um hospital que funcione. Não fosse o esforço do Governo do Estado e da 18ª Coord. Regional de Saúde, o hospital já estaria fechado. Para termos ideia da situação atual, o Município deve 02 (dois) meses de repasses financeiros ao hospital. São aproximadamente R$ 330.000,00. Esses recursos não foram pagos ainda, porque a empresa que administra o hospital, a Germann e Pechmann, não tem negativas necessárias para poder receber os recursos. Isso é só um exemplo dos péssimos serviços que a população recebe do Executivo nas questões da saúde.



A Falcon5M foi criada em Porto Alegre para o Brasil todo a partir da união entre as empresas W5M Comunicação e Falcon Designer, ambas com ampla experiência de 6 anos no mercado.