Jovem acusado de celebrar missas sem ter Padre, desmente que isso tenha ocorrido | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Jovem acusado de celebrar missas sem ter Padre, desmente que isso tenha ocorrido

Jovem acusado de celebrar missas sem ter Padre, desmente que isso tenha ocorrido

Se a intenção de Luiz Eduardo Gregis, 18 anos, era a de buscar projeção, conseguiu. Mas não da forma como pretendia. Objeto de matéria nos meios de Comunicação, inclusive na Televisão, Eduardo, com jeito de ainda garoto, natural da comunidade de Fraga, no município de Caraá, acusado de ter se passado por Padre, sem sequer ter frequentado um Seminário, teria inclusive rezado Missas, o que ele nega. O fato aconteceu na Capela Santo Antônio de Pádua, durante as festas de fim de ano porque não havia Padre disponível e ele teria tido a ideia de substituir um Sacerdote para fazer as celebrações religiosas, atendendo a convite de um amigo, que é seminarista. Ele nega ter havido consagração, porque na Liturgia católica, isso só pode ser feito por um Padre e nunca por um leigo. Também desmente as acusações de que teria ouvido confissões, o que também é prerrogativa de sacerdotes.
Pediu desculpas pelo que teria ocorrido, acreditando que assim tudo ficará devidamente esclarecido. Na localidade onde mora e em outras regiões de Caraá, sabe-se que ele participa com frequências de celebrações. Só que agora vai ter que ter um pouco mais de cuidado: ser o que é, e não aquilo que não pode ser, sem ter a devida formação exigida pela Igreja.
O Pe. Oseias Vieira, pároco da Igreja Matriz, disse que não fará qualquer juízo a respeito, antes que o Bispo diocesano, dom Jaime Khol, que segunda-feira ouviu Luiz Eduardo, se pronuncie a respeito do episódio. Mas destaca que o jovem errou, porém, falha maior foi do seminarista que o convidou e que deveria, ao perceber o erro de Eduardo, alertá-lo e não ter colocado mais lenha na fogueira. Na Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, o Pe. Vilson disse não conhecer o rapaz.
Dom Jaime teria perdoado o jovem pelo que fez, mas o suspendeu de qualquer atividade pastoral na diocese, podendo no entanto, assistir normalmente missas e outras celebrações.



A Falcon5M foi criada em Porto Alegre para o Brasil todo a partir da união entre as empresas W5M Comunicação e Falcon Designer, ambas com ampla experiência de 6 anos no mercado.