Incêndio destrói cerca de 2 mil hectares de vegetação do Banhado do Chicolomã | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Incêndio destrói cerca de 2 mil hectares de vegetação do Banhado do Chicolomã

Incêndio destrói cerca de 2 mil hectares de vegetação do Banhado do Chicolomã

Um incêndio destruiu cerca de 2 mil hectares de vegetação do Banhado do Chicolomã. A estimativa é do engenheiro agrícola Alexandre Gomes, diretor da Ecofild que desde o começo trabalhou incansavelmente no sentido de controlar o fogo, que, a partir de Glorinha, onde começou, se estendeu rapidamente para Santo Antônio. Os primeiros focos foram vistos no último dia 04, um sábado e foram contidos.
A SEMA continuou monitorando o banhado e no dia 08, o fogo retornou com força e foi quando Alexandre teve envolvimento mais direto. Com a mudança de vento e clima, o fogo começou a se espalhar rapidamente no sentido de Santo Antônio. Naquele período Alexandre pediu apoio de aviação agrícola para analisar a extensão do fogo e os causados na passagem do sinistro. “A nossa grande preocupação era montar estratégia inteligente, porque a coluna de fumaça era muito espessa e porque, caso passasse da ponte do Chicolomã, a situação ficaria muito séria”, acrescentou o engenheiro.
Na altura de Chicolomã, com o fundamental apoio do Corpo de Bombeiros Militar de Santo Antônio foi possível conter a propagação do incêndio e inclusive, com o importante apoio de helicóptero da Polícia Civil, que recolhia água no próprio banhado para jogá-la sobre o fogo, para diminuir a intensidade do incêndio. Alexandre Gomes revelou ainda que a abertura de um acero foi muito importante para conter o avanço. E nesse aspecto, máquinas enviadas ao local pelo secretário municipal de Obras, Trânsito e Segurança André Randazzo dos Reis tiveram papel importante. Quanto à origem do incêndio em Glorinha, Alexandre calcula que pode ter sido causada acidentalmente por alguém que tenha estado nas margens do banhado, haja vista que a vegetação está bastante seca face à estiagem. O produtor rural Jorge Dutra, que tem lavoura naquela região, também trabalhou para ajudar a evitar a propagação do incêndio.
Alexandre Gomes tranquiliza a todos, especialmente produtores, ambientalistas e a população por onde passa o banhado que, na sua avaliação, tem condições de se recuperar rapidamente, não havendo risco para grandes prejuízos.
BOMBEIROS
O comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Santo Antônio, tenente Cardoso disse que o trabalho envolveu oito sargentos e soldados do quartel local, concordando com Alexandre Gomes de que o papel dos bombeiros foi fundamental para conseguir controlar o incêndio.
Joel Cardoso classificou como eficiente o trabalho desenvolvido pela Polícia Civil através da utilização do seu helicóptero.
Espera-se agora laudo da SEMA para avaliar qual a extensão dos danos causados pelo fogo no banhado.
O que aconteceu serviu para que o Tenente Cardoso tomasse uma decisão ainda na segunda-feira (20), na qual entregaria ofício ao prefeito municipal solicitando a destinação de mais equipamentos para serem utilizados em situações como essa.
MEIO AMBIENTE
A diretora do Departamento Municipal do Meio Ambiente, da prefeitura de Santo Antônio, Jordana Borba afirmou: ”Na quinta e na sexta-feira estivemos lá, mas a situação era bem preocupante, graças ao ótimo trabalho do Corpo de Bombeiros juntamente com Polícia Civil a qual trabalhou com helicóptero e outros voluntários, foi possível eliminar os focos do incêndio em Tapumes.”
Destaca que no domingo (19), foi informada de que o fogo reacendeu na Fazenda Quatro Irmãos em Glorinha, local onde supostamente ele teria iniciado e que prosseguia na segunda-feira (20), o combate aos novos focos.
O BANHADO
O conhecido Banhado do Chicolomã, também denominado de Banhado Grande compreende uma área de aproximadamente 137 mil hectares, sendo compreendido pelos biomas Pampa e a Mata Atlântica, compreendendo dois terços da bacia Hidrográfica do rio Gravataí.