Grupo São Pietro discorda de afirmação do diretor administrativo do Hospital Santo Antônio | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Grupo São Pietro discorda de afirmação do diretor administrativo do Hospital Santo Antônio

Grupo São Pietro discorda de afirmação do diretor administrativo do Hospital Santo Antônio

A afirmação do diretor administrativo do Hospital Santo Antônio Paulo Rodolpho, de que o valor reclamado pelo Grupo São Pietro em torno de R$ 700.000,00 não é reconhecido pelo grupo gestor do hospital e sim, pouco menos de R$ 300 mil reais, é contestada pelo diretor daquele grupo. Conforme Daniel Giacheri, na reunião do Conselho Municipal de Saúde, em 21 de junho deste ano, a técnica da Delegacia Regional da Saúde Maristela Lima informou que até aquela data o Estado já havia repassado R$ 3.371.738,60 e que nesse total estava incluída a Oftalmologia. Na mesma reunião a coordenadora regional da saúde Magda Bartikowski informou que até aquela data, a fila de espera dos pacientes do Litoral Norte que aguardam cirurgia oftalmológica, está ao redor de dois mil pacientes e os municípios, por essa razão, estão sendo penalizados. Na mesma oportunidade foi formada uma comissão da CIR para fiscalizar as obras do Centro Cirúrgico do hospital local. A essa comissão ficará a responsabilidade de retirar, ou não, o Centro Oftalmológico do Hospital Santo Antônio.
Logo após a saída da reunião dos diretores da empresa São Pietro, o conselho de forma unânime questionou Paulo Rodolpho do porquê de não pagarem a empresa, pois os recursos do Centro Oftalmológico estão em dia. Em resposta, Paulo Rodolpho justificou afirmando que o hospital priorizou os recursos para outras coisas, tais como folha de pagamento dos funcionários. O conselheiro Joy Silva, em contrapartida disse que os salários dos funcionários não estavam em dia, como a folha foi priorizada. A conselheira Marcela perguntou a Paulo Rodolpho se não seria melhor que se negociasse a permanência do São Pietro ao invés de contratar novo grupo, mas não obteve resposta. Por sua vez a Conselheira Sônia afirmou que o Conselho vem tentando, de todas as formas ajudar a manter o Centro Oftalmológico em Santo Antônio, enviando parecer ao CIR, solicitando prorrogação do prazo para conclusão da obra do bloco cirúrgico e que agora, com essa notícia, fica tudo incoerente e sem sentido.
Em outra colocação Sônia Perlot disse que a troca de empresa (oftalmologia) significa “empurrar a dívida para debaixo do tapete”.
Depois da reunião o médico afirmou à reportagem, que todos os recursos da Oftalmologia foram repassados ao Hospital, mas nada chegou às mãos do São Pietro. “Temos todas as notas emitidas de acordo com relatório financeiro emitido pela própria Germann. E além disso, todos os prontuários de pacientes atendidos e cópia de todos os exames realizados”.



A Falcon5M foi criada em Porto Alegre para o Brasil todo a partir da união entre as empresas W5M Comunicação e Falcon Designer, ambas com ampla experiência de 6 anos no mercado.