Gestão do hospital prorrogada até fim de março para dar tempo à negociação da renovação | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Gestão do hospital prorrogada até fim de março para dar tempo à negociação da renovação

Gestão do hospital prorrogada até fim de março para dar tempo à negociação da renovação

Uma importante reunião ocorreu no gabinete do prefeito municipal entre Daiçon Maciel da Silva e os prefeito e vice diplomados, Rodrigo Massulo e Marcelo Santos Silva, com o diretor de Operações da Santa Casa, Oswaldo Balparda e demais representantes da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre para discutir a manutenção da gestão do Grupo à frente do Hospital Santo Antônio da Patrulha, com a gestão sendo renovada em janeiro próximo.
Conforme a apresentação do relatório publicado em outubro referente ao 2º quadrimestre de 2020, os números comprovam a evolução do atendimento: 6.744 pessoas foram atendidas na emergência no período de 01 de maio a 31 de agosto e 57.996 exames laboratoriais foram realizados também na mesma data. Na oportunidade, os representantes do HSAP, Rúbia Wingert e Dr. Joaquim Dellamora Mello apresentaram números mais atualizados na gerência do Hospital.
O prefeito Daiçon falou da importância do encontro, sendo que em janeiro o contrato para a manutenção da gestão deve ser renovado “e o Município não pode deixar de contar com a Santa Casa. Tenho muito orgulho de ter trazido uma instituição referência em Saúde para gerir nosso hospital. Evoluímos muito nesses últimos quatro anos, graças a expertise da Santa Casa e ao trabalho árduo da nossa equipe. Aproveito para agradecer a Santa Casa por estar em Santo Antônio e a minha esposa, Aglaé, que sempre tem colaborado muito, desde o início, neste processo. Desejo sucesso a nova equipe que assume o governo a partir de 1º de janeiro, dando continuidade a esta grande conquista”, declarou.
GESTÃO DEVE CONTINUAR
O prefeito diplomado Rodrigo Massulo afirmou à reportagem da Folha Patrulhense ter sido combinado por parte da Secretaria Estadual da Saúde de que, em virtude do curto prazo de negociação que vence em 15 de janeiro, será feita uma renovação até o fim de março. “Assim que assumirmos, iniciaremos a negociação com o Estado. A nossa intenção é cem por cento para renovar com o Estado e a intenção da diretoria de Porto Alegre, também é a mesma”, enfatizou o prefeito Massulo.