Funcionários intranquilos com a atual situação do hospital | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Funcionários intranquilos com a atual situação do hospital

Funcionários intranquilos com a atual situação do hospital

O término do contrato em 27 de outubro com a firma que administra o Hospital Santo Antônio está aumentando a intranquilidade dos funcionários daquela instituição. O Fundo de Garantia, conforme afirmam, não foi depositado. O último paciente recebeu alta no dia 27 e agora o hospital só atende emergências.
Um grupo de quinze funcionários procurou um advogado de Santo Antônio por estarem receosos quanto ao seu futuro como trabalhadores daquela instituição de saúde. Há enfermeiros trabalhando no plantão apenas para evitar o fechamento do hospital. Eles atuam pelo sistema de rodízio para dar garantias de continuidade de funcionamento enfrentando também outro sério problema que é a falta de medicamentos. Em uma reunião, conforme alguns funcionários, o diretor administrativo do hospital teria garantido que a situação funcional seria normalizada.
Funcionários pediram a interferência do prefeito eleito para tentar solucionar o impasse.
Daiçon Maciel da Silva informou que ele e o vice-prefeito eleito, Zezo, não podem interferir na questão do hospital neste momento, seja na gestão ou na relação com os seus servidores. “O administrador do Município ainda é o Dr. Paulo Bier, não existe possibilidade de tomarmos alguma atitude nesse sentido. Estamos fazendo o que está ao nosso alcance, oficializei ao prefeito e ao promotor de Justiça, Dr. Camilo, as devidas considerações sobre discordâncias verificadas nos termos do edital, lançado pela atual administração, para a contratação de nova empresa para gerir o hospital. Edital este, que está impugnado por empresas e profissionais que fazem a gestão hospitalar, por não concordarem com questões que constam no Edital. O que podemos fazer e estamos fazendo neste momento é buscar um novo gestor para o nosso hospital. Estamos realizando reuniões e em tratativas com instituições filantrópicas ou sem fins lucrativos, como a Santa Casa, que visitará as instalações do hospital nesta sexta-feira (11/11). Outras instituições também demonstraram interesse em discutir conosco, como o grupo Cruz Vermelha, Fundação Getúlio Vargas e San Pietro. No entanto, todo o nosso esforço dependerá da nulidade ou das modificações necessárias no edital pelo prefeito Paulo Bier. Se ele decidir pelo atual administrador do hospital, nossos esforços em selecionar o futuro gestor cairão por terra e seremos obrigados a rever a contratação e, com certeza, com alto custo de rescisão e de operacionalidade do hospital.” afirmou Daiçon.
O prefeito Paulo Bier disse que, seja qual for a decisão a ser tomada, ninguém ficará sem atendimento no Hospital local. Carlos Ricardo Germann conversou ontem à tarde com Bier sobre a situação.



A Falcon5M foi criada em Porto Alegre para o Brasil todo a partir da união entre as empresas W5M Comunicação e Falcon Designer, ambas com ampla experiência de 6 anos no mercado.