Estudantes ocupam prédio do Campus FURG-SAP contra a PEC | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Estudantes ocupam prédio do Campus FURG-SAP contra a PEC

Estudantes ocupam prédio do Campus FURG-SAP contra a PEC

pec-3

Alguns estudantes da FURG ocuparam a Universidade na segunda-feira, dia 31 de outubro, em protesto contra a Proposta de Emenda à Constituição que tem como objetivo instituir um novo regime fiscal para o país, ou seja: o aumento dos gastos públicos pelos próximos 20 anos, a PEC 241.
A proposta concebida pelo presidente Michel Temer estabelece o congelamento do orçamento da União para educação, saúde e assistência social e propõe não aumentar o salário, risco de não ser mais concedidas bolsas para estudantes e docentes, não havendo mais o incentivo à qualificação (fim das liberações para graduação e pós-graduação), fim das progressões, sem verba para projetos de pesquisa e extensão, suspenção de concursos públicos, aumento da contribuição previdenciária, programa de demissão voluntária, planos de saúde populares (fim dos tratamentos de alta complexidade do SUS) – fim do SUS.
Os estudantes penduraram faixas nas grades da instituição. Também houve uma passeata na manhã de terça-feira (1º), onde os manifestantes gritavam contra a proposta. As faixas fazem críticas à PEC, que foi aprovada em segundo turno pela Câmara dos Deputados na madrugada de quarta-feira (26). O texto seguiu para análise do Senado, onde deve ser votado em dezembro. Os manifestantes também usaram cartazes com mensagens como “contra a privatização da saúde e da educação”.
O maior temor é que com a aprovação da PEC, em dois anos possa haver o fechamento do Campus de Santo Antônio da Patrulha e os alunos serem transferidos para Rio Grande.
Por outro lado, em relação a essa medida tomada em todo o país, o Presidente da República, disse que se compara com a 1ª Ministra Britânica, Margarete Thatcher, que dizia que o dinheiro público surge dos recursos privados, por meio do recolhimento dos tributos e que o Estado não pode gastar mais do que arrecada.



A Falcon5M foi criada em Porto Alegre para o Brasil todo a partir da união entre as empresas W5M Comunicação e Falcon Designer, ambas com ampla experiência de 6 anos no mercado.