Entrevista de Daiçon tem tom de despedida | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Entrevista de Daiçon tem tom de despedida

Entrevista de Daiçon tem tom de despedida

O prefeito Daiçon Maciel da Silva conversa com a reportagem da Folha Patrulhense, fazendo uma espécie de balanço sintetizado do seu governo. A entrevista, uma das mais curtas de sua trajetória política, tem tom de despedida. Fica a cargo do leitor, uma avaliação.
FOLHA PATRULHENSE: Como o sr. recebeu o resultado do pleito deste ano?
PREFEITO DAIÇON MACIEL DA SILVA: Com surpresa e tristeza. Não tenho dúvidas de que o Ferulinho era o melhor candidato, com experiência comprovada e formação para ocupar o cargo. No entanto, a maioria dos eleitores não entendeu desta forma e este resultado é um processo natural em qualquer pleito eleitoral.
FOLHA: Seus candidatos à majoritária não conseguiram se eleger. A que o sr. atribui isso?
PREFEITO: Acredito que o fato de MDB concorrer com chapa pura dificultou bastante o processo. Tivemos o apoio do PDT e do DEM e somente PDT e MDB contavam com candidatos a vereadores. Além disso, a pandemia prejudicou candidatos da situação, pois medidas necessárias para preservação da vida, infelizmente geraram revolta em muitas pessoas.
FOLHA: Como vai ser a transição daqui para a frente?
PREFEITO: A mais produtiva e harmônica possível. Estamos muito próximos do fim do ano e isso exige muita transparência e orientação nas tratativas com os futuros gestores. Nomeei uma comissão para tratar da transição. Já estive reunido com o prefeito eleito, Rodrigo Massulo, para transmitir algumas informações que julgo mais urgentes.
FOLHA: E o último período de governo, como deverá ser, já que estamos menos de um mês da posse dos seus substitutos nos cargos de prefeito e vice?
PREFEITO: O final de um mandato sempre será de muito trabalho, fechamento de contas, rescisões de contratos, pois vou exonerar todos os cargos de confiança ainda dentro deste exercício.
FOLHA: Em que situação o sr. está deixando o município?
PREFEITO: Com as finanças em dia, com muitas obras em andamento que ficarão para o próximo gestor inaugurar, como a pavimentação de um trecho na Av. Afonso Porto Emerim. Além disso, deixaremos projetos prontos em carteira para captação de recursos, o que já adianta muito o trabalho da gestão. Não tivemos a mesma sorte quando ingressamos em 2017. Tivemos que começar do zero e ainda assim, conseguimos realizar tantas obras importantes. Foram mais de 20 km no asfalto e no interior, pela primeira vez, a Prefeitura levou asfalto na área rural, como é o caso da Rota da Rapadura, revitalizamos nossos principais pontos turísticos, adquirimos maquinário, compramos dois imóveis para deixar de gastar com aluguéis, implantamos um novo centro de saúde mental, com médicos e psicólogos. Deixaremos um hospital funcionando com plantão clínico e pediátrico, cirurgias, exames como tomografia e outros, essa, em minha opinião é a nossa principal conquista. O cumprimento de nossa meta número 1 de governo, anunciada ainda durante a campanha eleitoral de 2016, quando a nossa principal casa de saúde estava quase fechando. Deixamos o Município com uma Unidade Sentinela para atendimento exclusivo de casos suspeitos de Covid-19, com três médicos, enfermeiros e farmácia. Infelizmente, já com capacidade esgotada, pois o número de casos vem aumentando assustadoramente em todo o país. Mas o importante é que criamos este espaço em tempo recorde.
FOLHA: O que mais gostaria de acrescentar.
PREFEITO: Encerro meu mandato com a consciência tranquila. Não fui um prefeito que tentou agradar a todos, mas sim, que tentou fazer o melhor para todos. Trabalhar para a coletividade, pensando nos interesses de todos e não particulares sempre foi o norte que procurei seguir. Não estou aqui para criticar o passado, devemos olhar para o futuro, mas ser transparente é mostrar o que se fez e o que se enfrentou.
Quero agradecer a minha equipe, secretários, diretores, assessores, enfim, aos servidores municipais que se dedicaram e trabalharam pelo bem de nossa cidade, que atenderam nossa população como ela merece. Agradeço a imprensa de um modo geral, a Folhinha que nos ajudou a levar a informação para nossa comunidade nesses últimos anos. Em especial, agradeço a minha família que sempre esteve ao meu lado me apoiando e a população, que confiou no nosso trabalho.
Desejo sucesso ao novo gestor, prefeito eleito Rodrigo Massulo para que o mandato 2021-2024 seja de muitas realizações para que o município continue avançando em suas políticas públicas em benefício da nossa querida população.