Entregue primeira remessa de documentos sobre gestões | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Entregue primeira remessa de documentos sobre gestões

Entregue primeira remessa de documentos sobre gestões

Os vereadores integrantes da Comissão Única de Pareceres (CPI) decidiram nessa segunda-feira, 17, prorrogar o prazo para o término dos trabalhos que investiga possíveis desvios de recursos do Hospital Santo Antônio. Na mesma ocasião, eles receberam a primeira remessa de documentos da Procuradoria Geral do Município, com mais de cinco mil folhas referentes a informações solicitadas sobre as administrações na Instituição de Saúde desde 1997.
Inicialmente prevista para encerrar no próximo dia 26, a CPI deve se prolongar por mais seis meses, já incluindo os vereadores eleitos para a Legislatura 2017/2020. O presidente da Comissão, vereador Paulo Teles “Gonha” (PTB), explicou que o aumento no prazo se deve a quantidade de informações e a necessidade de ouvir mais testemunhas para então entregar um parecer preciso à sociedade. O relator, André Randazzo dos Reis (PMDB), que recebeu a documentação, solicitou o seu encaminhamento para autuação, numeração e divisão em volumes, tendo como objetivo facilitar a leitura e o controle das informações.

PERITO

Ainda na reunião da última segunda-feira, os integrantes da CPÌ deliberaram sobre a necessidade urgente da contratação de um perito em gestão hospitalar, para analisar de forma técnica toda a documentação e desta maneira, repassar os fatos aos parlamentares. “Mesmo alguns de nós não estando mais aqui, os trabalhos continuam com os próximos vereadores. O nosso propósito é, após esta auditoria técnica, dar um caminho para que nos próximos meses seja realmente apresentado um parecer sobre a situação do Hospital, e os motivos que o levaram a esta crise de gestão e finaceira”, disse o vereador Deco.
A reunião da Comissão ocorre todas as segundas-feiras à tarde, no plenarinho vereador Luiz Tedesco. No próximo dia 31, os vereadores integrantes da comissão, formada além do presidente e do relator, pelos vereadores João Luís Bacana (SD), André Selistre (PSB), Tadeu Neves (PP), e Mauro Meregali (PT), devem ouvir mais uma testemunha, além de definir a contratação do perito.



A Falcon5M foi criada em Porto Alegre para o Brasil todo a partir da união entre as empresas W5M Comunicação e Falcon Designer, ambas com ampla experiência de 6 anos no mercado.