Cultura, Turismo e Esportes : Eliana Cunha fala sobre os projetos a serem implantados no município | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Cultura, Turismo e Esportes : Eliana Cunha fala sobre os projetos a serem implantados no município

Cultura, Turismo e Esportes : Eliana Cunha fala sobre os projetos a serem implantados no município

Prosseguindo com as entrevistas com os secretários do atual Governo municipal, a Folha Patrulhense apresenta hoje o pensamento da Secretária da Cultura, Turismo e Esportes, a respeito do que Eliana Rodrigues da Cunha pretende implantar para incrementar esses setores importantes da Administração de Santo Antônio:
FOLHA PATRULHENSE: Depois de atuar fora de Santo Antônio em cargos públicos, a senhora, que é patrulhense, a convite, assume a titularidade da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes. O que isso representa?
ELIANA: Meu primeiro trabalho foi como estagiária de turismo na Prefeitura de Santo Antônio da Patrulha, ainda na primeira administração do prefeito Ferulio, quando tive o prazer de fazer o inventário turístico da cidade, como uma das primeiras pessoas patrulhenses formados em turismo, juntamente com Rosalva Rocha, que hoje preside o nosso Museu Caldas Júnior. Saí de Santo Antônio em busca de uma qualificação maior mas retornava à cidade sempre aos finais de semana. Registro que foram aqui os mais bonitos e belos momentos da minha infância e adolescência. É importante relatar que as experiências que vivi fora do município de Santo Antônio foram como assessora técnica da Prefeitura de Osório e, depois, quando Capão da Canoa, já emancipado, fui assessorá-lo, na posse do primeiro prefeito, sendo Secretária de Turismo por duas administrações, vereadora por 12 anos, professora no curso de Turismo da ULBRA, no campus de Torres. E assim, me projetando como candidata à deputada estadual e suplente do senador Pedro Simon. Isso me deu uma bela bagagem e um amplo conhecimento que, a partir de 2004, fui trabalhar no governo do Estado a convite do governador Germano Rigotto, permanecendo nas administrações que o sucederam por sete anos como Secretária Estadual do CODESUL (Conselho de Desenvolvimento Econômico do Sul – BRDE) e finalizei as minhas atividades no ano de 2014, após ter trabalhado dois anos no comitê da Copa do Mundo, como coordenadora das comissões de Cultura, Educação e Ação Social e, também, a comissão de Turismo, e nos últimos 60 dias auxiliando nas relações internacionais. Receber o convite da administração municipal de Santo Antônio da Patrulha, na pessoa do Prefeito Daiçon e da primeira-dama Aglaé, respaldados pelo vice-prefeito Zezo, me fizeram pensar de que esse, com certeza, era o momento de poder retribuir à cidade tudo que adquiri na minha infância na minha adolescência, mostrando que é possível, sim, fazermos deste município, que é mãe de todos os municípios da nossa região, um grande e belo potencial turístico, e é com esse objetivo que nós estamos trabalhando, buscando sempre o apoio e parcerias dos empresários e da própria população. Só assim poderemos conduzir Santo Antônio da Patrulha ao destaque merecido no ranking do turismo estadual e nacional. Saí de Santo Antônio quando fechava o único hotel da cidade, retornava sempre aos finais de semana para rever familiares e amigos, mas hoje retornar com o Secretária da Cultura, Turismo e Esportes, no momento em que Santo Antônio desfruta de uma bela hotelaria, de ótimos restaurantes e com continuidade da hospitalidade de seu povo, é, sem dúvida alguma, uma grande honra poder ser a secretária da cidade.

FOLHA: Pós-Graduada em Turismo, a senhora tem amplo domínio sobre esse assunto. Considerada a Indústria sem Chaminé, Santo Antônio lutava muito para desenvolver suas potencialidades turísticas. Quais projetos a senhora têm para desenvolver o Turismo no Município?
ELIANA: Primeiro de tudo é valorizar a mais bela matéria-prima que temos para fazer turismo, que são os recursos naturais hídricos, a gastronomia, a rede hoteleira e, principalmente, a cultura e hospitalidade da nossa gente de Santo Antônio. Esses são os elementos fundamentais, agregando a eles muita criatividade, excelentes parcerias e, acima de tudo, planejamento. É importante que a população nos dê o tempo necessário para que possamos mudar o visual da cidade e que sejam parceiros desta busca e desta conquista, melhorando a frente de suas propriedades e estabelecimentos comerciais, ajudando-nos no cuidado de seu próprio lixo, preservando nossas praças, preservando a nossa estrutura de bem-receber e, acima de tudo, nos auxiliando a com suas ideias com sua história e, principalmente, na projeção de um futuro bem melhor, porque sozinhos não temos condições de atingir os nossos objetivos. Não estamos preocupados neste momento em fazer grandes eventos, estamos preocupados, sim, em organizar a casa, revitalizar os nossos pontos turísticos, a exemplo do Oratório de Santo Antônio, da Praça Arquipélago dos Açores, concluir a Praça Nossa Senhora da Boa Viagem, refazer os Caminhos da Fé, restaurar a nossa Fonte Imperial, ampliar o Caminho Gaúcho de Santiago, recuperar a Gruta Nossa Senhora de Lourdes na Cidade Baixa, melhorar as paradas de ônibus, ampliar a colocação de lixeiras e bancos, revitalizar o Balneário da Lagoa dos Barros, melhorar os acessos ao nosso interior que, por si só, são caminhos das patrulhas utilizados por peregrinos, ciclistas, motociclistas e trilheiros, e ver a lei de adoção de praças. Alguns eventos que vinham acontecendo e que fazem parte do Calendário Municipal de eventos serão mantidos, a exemplo do que já fizemos com o Terno de Reis, o Domingo Cultural, o Caminho de Santiago, reeditamos o Campeonato Lagoano junto a nossa Lagoa dos Barros, que não vinha acontecendo, e estamos estudando a data para a realização da Corrida de Santo Antônio – A Mais Doce do Estado, a Feira do Livro, campeonatos municipais de futebol e outros tantos eventos que entendemos que seja necessário serem mantidos desde que tenhamos recursos para viabilizá-los.

FOLHA: O Turismo Ecológico é uma grande alternativa para o desenvolvimento do município. Mas há também, dentro da cidade, potencialidades nessa área, como a Moenda da Canção e a volta da Fenacan, que na administração anterior, teve seu nome trocado para Exposap. Quais seus objetivos nesse sentido?
ELIANA: É muito bom trabalhar numa administração que tem um plano, um programa de governo a ser seguido e já aprovado pela sua própria população. Nesse sentido, venho aqui reforçar que eventos tradicionais e que fazem parte da história do município, a exemplo da Moenda, terão sempre o apoio e incentivo desta administração através de nossa e das demais secretarias. O evento da FENACAN é um evento muito rico, principalmente com suas rodadas de negócios, colocando os produtos da nossa terra nesta grande vitrine, retomando a sua origem inicial, resgatando a sua força a sua tradição, portanto, estamos ainda avaliando a questão financeira neste momento bastante difícil para o município, quando entendemos que, em primeiro lugar, está a saúde de qualidade a nossa população, e todas as secretarias, assim como a Cultura, estão empenhadas em auxiliar nesta grande conquista, que é a vinda da Santa Casa para Santo Antônio. Passada esta fase difícil, nossos esforços estarão voltados não só em firmar a realização da FENACAN, mas também a realização de outros grandes eventos que venham também marcar a sua história, buscando não só motivar a população de Santo Antônio da Patrulha, mas como sendo um dos grandes atrativos turísticos nesta modalidade de turismo de eventos.

FOLHA: Conscientizar a população para que colabore, deixando a cidade mais limpa, é também um dos seus objetivos?
ELIANA: Estamos trabalhando fortemente nesse sentido com apoio indispensável da equipe de rua da Secretaria de Obras e também do Meio Ambiente, mas é importante dizer que só o nosso esforço não será suficiente, pois sozinhos não conseguiremos atingir os nossos objetivos. É fundamental, e aqui faço o chamamento muito especial e carinhoso a toda população de Santo Antônio da Patrulha, cuidando do seu lixo, dando o destino adequado, mantenham embelezados seus jardins, cuidem de suas calçadas. Façam também o seu papel, só assim nós teremos a cidade que realmente merecemos e desejamos.

FOLHA: Por que o Domingo Cultural agora acontece na Praça da Matriz?
ELIANA: O Domingo Cultural teve a sua primeira edição dentro desta nova administração no último domingo na Praça Arquipélago dos Açores, na Cidade Alta, encerrando ali a programação da festividade de aniversário do nosso município, em concomitância com a partida e chegada dos peregrinos do Caminho Gaúcho de Santiago. Já temos definida a data de 7 de maio para a sua próxima edição, que será temático, comemorativo ao mês das mães, e será realizado na Praça da Nossa Senhora da Boa Viagem. Estamos estudando a continuidade dos Domingos Culturais, alternando entre a Cidade Alta e a Cidade Baixa, mas também o deslocamento dos domingos culturais a outros bairros e distritos do nosso município, pois entendemos que devemos prestigiar a população que está fora da sede, que é muito rica na sua produtividade, no seus aspectos culturais e também na sua participação.



A Falcon5M foi criada em Porto Alegre para o Brasil todo a partir da união entre as empresas W5M Comunicação e Falcon Designer, ambas com ampla experiência de 6 anos no mercado.