Começa campanha para troca do piso da Igreja Matriz | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Começa campanha para troca do piso da Igreja Matriz

Começa campanha para troca do piso da Igreja Matriz

A Igreja Matriz passa por mais uma etapa importante na sua restauração: a troca do piso atual, sendo que o hidráulico tem 83 anos e o vulcapiso, mais de 40.
Taylene Emerim Brígido de Oliveira conversou com a reportagem a respeito da campanha que está sendo realizada para a execução daquela obra.
FOLHA PATRULHENSE: No que consiste essa campanha?
TAYLENE EMERIM BRÍGIDO: A Campanha tem por objetivo a Reforma do piso da Igreja Matriz
FOLHA: Como as pessoas poderão contribuir e se existe um valor mínimo?
TAYLENE: Foi calculado o valor do metro quadrado de piso, incluindo o material e a mão de obra da colocação, chegamos ao valor de R$ 250,00, estamos trabalhando com esse valor, mas quem não pode doar essa quantia, pode, com certeza, doar aquilo que está dentro de suas condições financeiras, assim como não tem limite máximo, podendo doar quantas quotas (metros) quiserem, é livre. As Doações podem ser feitas através de Livro Ouro (que estará com os membros da comissão e com o pároco), e por depósito em conta corrente da reforma, na Caixa Federal – AG: 0703, Operação 003, C/C: 1.982-4, em nome da Mitra Diocesana de Osório – Paróquia Santo Antônio.
FOLHA: A campanha é por quanto tempo?
TAYLENE: A campanha será feita pelo tempo que for necessário, até que tenhamos arrecadado a quantia necessária para conclusão do piso.
FOLHA: Qual a situação atual do piso da igreja?
TAYLENE: O piso atual não tem condições de restauro ou reforma. Na década de 80 do século passado, o piso hidráulico que havia sido colocado em 1937 estava muito desgastado e a comissão da época optou em cobrí-lo com vulcapiso, que se encontra em vários pontos, em condições precárias.
FOLHA: Ele existe há quanto tempo?
TAYLENE: O piso hidráulico tem 83 anos e o vulcapiso, o que foi colado em cima, tem em torno de 40 anos.
FOLHA: Quando se pretende o início das obras e de quem é o projeto?
TAYLENE: Tão logo se tenha uma quantia suficiente para iniciar os trabalhos. O projeto de restauração é do arquiteto Alencar Massulo de Oliveira, profissional patrulhense que presta serviço para todas as comunidades da Diocese de Osório.
FOLHA: É a última etapa da reforma da Igreja Matriz?
TAYLENE: Não. Conforme o projeto, ainda tem a etapa dos bancos da igreja, do relógio da Torre, da escadaria e se possível o entorno da igreja (Praça da Figueira). Temos também algumas peças a serem restauradas, dentre elas a antiga cruz, que por um tempo, ficava pendurada no centro do arco.
FOLHA: Outras considerações que queira fazer:
TAYLENE: O projeto do novo piso da Igreja Matriz, com diversos tons e formatos de pedra granito, celebra uma nova etapa na história da comunidade. Seu desenho indica o caminho até o altar, suas cores são as cores dos povos da região, de tantas etnias que compõem a população da cidade – e são tons que remetem ao chão, à terra, ao calor do Espírito Santo e às vestes de Santo Antônio. Todo o conjunto quer simbolizar “movimento”, “peregrinação”, a chegada, o envio em missão, a Igreja em saída.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *