Colégio Santa Teresinha, oito décadas na qualificação da Educação | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Colégio Santa Teresinha, oito décadas na qualificação da Educação

Colégio Santa Teresinha, oito décadas na qualificação da Educação

“Se a obra é de Deus, ela irá perseverar”. (Madre Teresa de Jesus Gerhardinger).
Este pensamento foi manifestado pela fundadora da Congregação das Irmãs Escolares de Nossa Senhora, Madre Teresa de Jesus Gerhardinger, proferida quando da sua fundação.
Ao fundar a Congregação voltada exclusivamente para o Ensino, Madre Teresa de Jesus tinha em mente uma educação de qualidade, preparando o aluno para uma vida digna. “O nosso ensino deve educar pela solidez e exatidão, para a justiça, solidariedade e transcendência”. (carta nº 144).
Seu pensamento reflete perfeitamente o norteador de todo o trabalho educacional desenvolvido ao longo de 80 anos do Colégio Santa Teresinha. Tudo começou em 6 de outubro de 1940 e hoje, esta data é festivamente comemorada, não só pelas religiosas daquela Congregação, como pela comunidade, uma vez que o Santa Teresinha é o responsável pela formação de centenas de patrulhenses que hoje ocupam, inclusive, os mais altos cargos nos mais diversos setores em vários Estados brasileiros, porque costumeiramente, ao viajarmos pelo Brasil e até mesmo para o exterior, encontramos patrulhenses que relembram suas origens cuja educação começou nos bancos escolares deste tradicional Educandário.

O COMEÇO
Foi em 1º de março de 1940, que as Irmãs Escolares assumiram a então Escola Paroquial com 76 alunos. Como o prédio estava em construção, davam aulas no salão paroquial. A partir de 6 de outubro o ensino passou a ser ministrado no atual Colégio Santa Teresinha, data em que consideramos a “Fundação do Colégio”.
As primeiras irmãs: Madre M. Therófora Krzonkalla, Irmã M. Diethilde Mosler (alemãs) e as candidatas: Lídia Back e Otilia Kurtz deram início ao que hoje temos. “Vencemos as dificuldades pela ajuda financeira da Alemanha da qual as primeiras irmãs eram oriundas. Hoje o Colégio Santa Teresinha possui uma matrícula geral de 510 alunos e atual de 486, nos cursos Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. Temos também uma forte parceria com a Prefeitura Municipal, acolhendo 130 crianças em idade de Educação Infantil.

CÔNEGO WUNIBALDO BACKES
Outra grande personalidade que não se pode esquecer na vida da Escola é o Cônego Wunibaldo Backes, o idealizador do Colégio, grande educador por natureza. “Foi através de seu intermédio e apoio que estamos festejando essas oito décadas de história. À todos os benfeitores GRATIDÃO. À Deus louvor e glória”, afirma Irmã Cecília Martinello, atual e incansável diretora daquele tradicional Educandário.
EDUCANDO GERAÇÕES
Nestes 80 anos de existência, o Colégio Santa Teresinha, vem educando gerações, nunca perdendo de vista os grandes pilares de sua fundadora; um deles: “é pela educação das pessoas que o mundo será transformado”. Foram anos de bonança, intercalados de vendavais. Lutou sempre com dificuldade financeira, a fim de honrar seus compromissos com os colaboradores: professores e funcionários. Se estamos celebrando as “BODAS DE CARVALHO”, é porque a obra é de Deus. Um carvalho não é derrubado por vendavais; suas raízes são profundas.
O NOSSO SANTA TERESINHA
Este é o nosso Colégio Santa Teresinha que, como tem sido dito sempre, é um grande referencial na nossa Educação e que, tal como o carvalho, com suas raízes profundas, torna-se uma árvore de vida perene, orgulhando seus filhos por ser um marco indelével na Educação de patrulhenses e de outros estudantes que para cá vieram para dar continuidade aos seus estudos.