Cantor patrulhense do estilo sertanejo começa a se projetar | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Cantor patrulhense do estilo sertanejo começa a se projetar

Cantor patrulhense do estilo sertanejo começa a se projetar

O cantor patrulhense Léo Richar, que se especializou em música sertaneja, está obtendo projeção nacional depois que gravou no programa Odair Terra, da TV Aparecida. Ele conversa com a reportagem da Folha Patrulhense a respeito de sua carreira.
FOLHA PATRULHENSE: Quando a carreira começou e onde?
LÉO RICHAR: Comecei na música desde muito cedo, em um projeto social da escola onde estudei no ensino fundamental aqui em Santo Antônio, na época tinha 9 anos de idade.
FOLHA: Por que a preferência pelo sertanejo?
LÉO: Sempre gostei da música sertaneja, desde a infância, então quando tive a oportunidade de começar uma carreira na música logo optei pelo sertanejo universitário, um estilo que engloba diversos temas do cotidiano e que agrada a grande maioria das pessoas.
FOLHA: Esse estilo musical continua em alta aqui no Sul?
LÉO: Bom, o sul sempre foi um estado muito fechado comercialmente para a música sertaneja, isso pelo fato de termos muitas bandas de baile e bandinhas, mas em minha visão com a chegada da internet e de todo esse avanço da tecnologia, o sertanejo vem de pouco a pouco tomando seu espaço aqui no sul.
FOLHA: E a oportunidade de gravar surgiu de que forma?
LÉO: A oportunidade surgiu depois da minha necessidade de produzir meu próprio material autoral, já que também sou compositor, com isso, conheci um patrulhense chamado Guilherme Guimarães Gravem, que é dono do estúdio Lira Produção Musical na cidade de Santo Antônio da Patrulha, pedi uma oportunidade para ele, e desde 2018 quando comecei minha carreira formamos uma grandiosa parceria e uma amizade muito forte, e ele é responsável por todas as minhas produções.
FOLHA: A participação em programa de TV certamente foi um grande impulso, não é isso?
LÉO: Sem dúvidas, minha participação em rede nacional na TV será um grande impulso, sempre assisti o programa ¨Odair Terra¨ da TV Aparecida, e sempre vi grandes artistas nacionais passarem no programa dele, e nunca imaginei que um dia além de participar do programa também seríamos amigos fora das câmeras. Para quem não conhece, Odair Terra é o maior empresário e apresentador da música sertaneja, lançou a carreira de muitos artistas, tais como: Gusttavo LIma, Maiara e Maraisa, Lucas Lucco e por aí vai. Minha amizade com ele começou em março deste ano, quando surgiu a oportunidade de gravar o programa dele, pois a equipe da TV Aparecida viria de Goiânia aqui para o sul fazer um especial com artistas daqui. Depois disso veio a pandemia e a gravação do programa acabou sendo feita em novembro, na cidade de Canoas, durante todo esse tempo eu e Odair Terra mantivemos contato, inclusive no começo da pandemia fizemos uma live juntos no Instagram, e mantemos contato até hoje. O programa que eu gravei com ele vai ao ar na primeira semana de dezembro, ainda não sabemos o dia exato, avisarei nas minhas redes sociais, o programa dele é exibido todas às terças-feiras, às 21h30min, e conta com reprise todos os sábados, às 19h30min, na TV Aparecida.
FOLHA: Fale-me sobre as principais músicas do teu repertório. Já estão gravadas?
LÉO: Atualmente conto com 3 singles lançados, o de maior sucesso foi ¨Amor de Cachaceiro¨, sertanejo que gravamos o vídeoclipe com a participação da humorista Meg Tá No Fino, que é super conhecida e também é de Santo Antônio. Agora em dezembro quando estarei na TV vamos aproveitar e lançar meu novo videoclipe, intitulado ¨Química Perfeita¨, um popnejo que contará com uma mega produção de imagens feitas pelo Guilherme Vargas do estúdio Tanto, gravamos uma parte deste clipe em Porto Alegre, no estúdio Tabuleiro, do Diego Lopes da banda de rock Acústicos e Valvulados, a música foi produzida pelo Guilherme Gravem, o clipe também contará com um casal super conhecido em Santo Antônio da Patrulha, do qual não irei falar quem é, só quem assistir o clipe saberá, mas foi uma grande conquista quando eles aceitaram protagonizar, o videoclipe ainda não tem data para ser lançado, mas se tudo correr bem ainda em novembro. E para 2021, estamos preparando um single e meu primeiro EP em parceria com o Kellysson Santana que é um grande amigo meu que mora em Goiânia, além disso, tem a Maria Fernanda que é uma compositora de São Paulo, enfim, reuni meus amigos compositores de todos os cantos para compormos juntos as 5 faixas desse EP que será lançado em formato de DVD.
FOLHA: E a agenda de shows como está?
LÉO: Se tratando de shows ainda não estou na ativa, toco em poucos lugares pelo fato de termos poucos lugares para artistas sertanejos, meu foco está sendo produzir um bom material, profissional, tanto de música quanto de clipe para disponibilizar na internet e trabalhar para construir uma boa imagem, até porque se eu faço sucesso na internet, consequentemente farei mais shows, então este é o meu objetivo, crescer, construir e impulsionar meu trabalho para o resto do Brasil pela internet, para logo em seguida engatar shows.
FOLHA: Continuas residindo aqui?
LÉO: Sim, sempre morei em Santo Antônio da Patrulha, mesmo eu sendo oficialmente de Cachoeirinha, mas logo logo pretendo ir para novos lugares, pois como já citei nesta entrevista o Rio Grande do Sul não tem muitas oportunidades para o sertanejo, o forte é Goiânia ou São Paulo, então focarei em logo logo ir para um desses dois lugares em busca de novas oportunidades, já aproveito e faço aqui um apelo para que as cidades valorizem os artistas locais, é super importante incentivar, comecei aos 14 anos minha carreira e hoje com 18 anos de idade eu já precisei e preciso sair muitas vezes de Santo Antônio da Patrulha para outras cidades produzir meus videoclipes, pois aqui não obtenho apoio para filmar, nem para me apresentar.