BRIGADA MILITAR PRENDE 2 HOMENS POR TRÁFICO DE ENTORPECENTES, POSSE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO E DESCUMPRIMENTO DE MEDIDAS SANITÁRIAS | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

BRIGADA MILITAR PRENDE 2 HOMENS POR TRÁFICO DE ENTORPECENTES, POSSE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO E DESCUMPRIMENTO DE MEDIDAS SANITÁRIAS

BRIGADA MILITAR PRENDE 2 HOMENS POR TRÁFICO DE ENTORPECENTES, POSSE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO E DESCUMPRIMENTO DE MEDIDAS SANITÁRIAS

As prisões ocorreram durante a madrugada deste domingo (24), na localidade de Miraguaia em Santo Antônio da Patrulha. Após receber denúncias referente a uma festa em que estaria ocorrendo o consumo de bebidas e possivelmente o uso e a venda de drogas, de acordo com a situação vivida atualmente em decorrência da pandemia causada pelo novo Coronavirus, o oficial de serviço externo, 1° tenente Marcos Paulo Zanata, juntamente com o efetivo de Santo Antônio da Patrulha e o apoio do efetivo de Caraá, não mediu esforços para intensificar as averiguações e abordagens no endereço citado na denúncia e arredores, sendo confirmada a informação e constatada a aglomeração de pessoas em virtude da festa.
Ao todo, foi possível a abordagem de 21 pessoas e averiguação de oito veículos.
Um homem assumiu ser o dono da festa e organizador do evento, acionando aos demais . No evento foram localizadas 26,5g maconha, 25g de cocaína, 29 comprimidos de ecstasy, R$769 em dinheiro, um celular xiaomi, um celular samsung e um revolver cal .38 municiado com a numeração suprimida .
Devido ao grande consumo de bebidas alcoólicas e drogas, dois indivíduos identificados por terem levado os entorpecentes estavam agressivos, querendo brigar entre si, todos precisaram ser contidos e algemados de acordo com a Súmula vinculante n° 11 do STF.
Os traficantes foram autuado em flagrante delito, os demais participantes da festa foram encaminhados a delegacia para prestarem depoimentos e serem autuados pelo Art 268 CP, e por desobedeceram os decretos de conscientização e as medidas sanitárias de prevenção a pandemia do COVID-19.

Conforme o Tenente Zanata o celular de quem estava na ocorrência da desobediência ao decreto, não foi apreendido, pois não havia necessidade de tal medida, por ser termo circunstanciado. Os presos por porte de arma e tráfico estavam isolados dos demais, com os aparelhos celulares recolhidos.

COMUNICAÇÃO SOCIAL DO 8° BPM
TEXTO: Sd Deise Saucedo
FOTOS: Divulgação BM



Profissional atuando há 50 anos no jornalismo.