Avanço da pandemia de Covid-19 no Litoral Norte preocupa autoridades | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Avanço da pandemia de Covid-19 no Litoral Norte preocupa autoridades

Avanço da pandemia de Covid-19 no Litoral Norte preocupa autoridades

O Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus de Santo Antônio da Patrulha compartilha a grande preocupação com o avanço da pandemia na região. O boletim de 17 de novembro foi encerrado com 966 casos confirmados, 633 casos em monitoramento (suspeitos, familiares e contactantes) e 138 casos ativos. Isso vem acontecendo principalmente devido o relaxamento e a falta de conscientização da população com os protocolos de segurança do Distanciamento Social.
Estes números são os maiores apresentados desde o início da pandemia de Covid-19. A Unidade Sentinela (Centro de atendimento ao Covid) no mês de julho teve uma média de 43 atendimentos/dia, em agosto 40, em setembro 44, em outubro 40, e em novembro temos o recorde de 66 atendimentos/dia. O secretário Municipal da Saúde, Joy Silva, diz que nessa terça-feira (17), 03 médicos foram alocados na Unidade Sentinela, que não deram conta do atendimento à demanda. “Nossa capacidade de resposta está entrando em colapso”, relatou.
Na região Litoral Norte, o quadro não é diferente. No dia 17, fechou o boletim com 266 novos casos, o maior número de confirmados em um único dia desde o início da pandemia. Além disso, a região voltou a apresentar óbitos diariamente e em 17 dias ocorreram 23 óbitos, uma média superior a um óbito por dia. Há 1.524 pessoas com doença ativa e 100 pacientes internados. Desde o início do mês, houve um acréscimo de 30% no total de pessoas com a doença ativa, número que vem crescendo exponencialmente de forma consistente.
A taxa de ocupação média das UTIs da região está em 94% e há pacientes aguardando remoção para outros locais. “Assim, orientamos que se faz URGENTE que os cuidados individuais de prevenção sejam retomados bem como o cumprimento do distanciamento social. Sem a conscientização de todos não teremos como vencer este vírus”, alertou o secretário.
Desde a última atualização realizada pela Folha Patrulhense semanalmente, foram registrados 123 novos casos entre terça-feira (10) e anteontem (17).