Adiadas eleições municipais para novembro deste ano | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Adiadas eleições municipais para novembro deste ano

Adiadas eleições municipais para novembro deste ano

O senador Lasier Martins informou esta noite, que as eleições municipais deste ano foram adiadas para novembro deste ano, mas a decisão deve ser votada em no máximo, duas semanas.

Foi o que ficou definido em reunião hoje no Tribunal Superior Eleitoral com as presenças do presidente Luiz Roberto Barroso, vice presidente Edson Fachin, quase todos os líderes partidários da Câmara e Senado e os respectivos presidentes Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre. Conforme Lasier, com isso haverá tempo para as campanhas eleitorais.

No site do TSE há uma matéria sobre a reunião, onde se lê:

“Entre os participantes, houve um consenso pelo adiamento do pleito por algumas semanas, garantindo que seja realizada ainda este ano, em data a ser definida pelo Congresso Nacional com base em uma janela que varia entre os dias 15 de novembro e 20 de dezembro.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, destacou que “esse foi um encontro interessante entre ciência, direito e política com a proposta de encontrarmos a melhor solução para o país”. Ele afirmou ainda que a palavra final é do Legislativo, que deve deliberar para conciliar as demandas da saúde pública com a democracia.

A discussão contou também com a participação do vice-presidente da Corte, Edson Fachin, do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do Senado Federal, Davi Alcolumbre, e de renomados médicos e cientistas como David Uip; Clovis Arns da Cunha; Esper Kallás; Ana Ribeiro; Roberto Kraenkel; Paulo Lotufo; Gonzalo Vecina; e Atila Iamarino. Também participaram diversos líderes partidários das duas Casas do Congresso Nacional”.

Já no G1 a matéria diz que: “O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, defendeu nesta terça-feira (16) que o Congresso comece a analisar, em no máximo duas semanas, uma proposta de adiamento das eleições municipais deste ano em razão da crise do coronavírus.

Na manhã desta terça, parlamentares e especialistas na área de saúde participaram de uma reunião virtual com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para discutir o adiamento das eleições.

Maia propõe que o primeiro turno seja transferido de 4 de outubro para 15 de novembro. O segundo, sugere o presidente da Câmara, em 6 de dezembro.

“Acho que o presidente Davi vai conseguir coordenar esse trabalho. O ideal é que se comece em no máximo duas semanas a votação”, disse Maia nesta terça ao chegar à Câmara. Ele afirmou que as discussões podem começar pelo Senado.

“Os líderes participaram da reunião, ouviram as opiniões de médicos e cientistas, e agora o presidente Davi vai coordenar esses trabalhos juntos aos partidos no Senado e conosco na Câmara, para que gente possa iniciar a discussão. Pode ser pelo Senado [o início], não vejo problema, é a casa da federação, para que se possa ter uma decisão nas próximas semanas”, declarou.”

CONVENÇÕES

As convenções, em virtude da pandemia e em face da proibição de aglomerações poderiam, pela primeira vez na história, serem realizadas de forma virtual. No entanto, é uma possibilidade que ainda está em estudos.



Profissional atuando há 50 anos no jornalismo.