O coelho já chegou na Aldeia | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

O coelho já chegou na Aldeia

O coelho já chegou na Aldeia

A tarde de quarta-feira (12), colaborou para que as dezenas de famílias na Praça da Bíblia pudessem festejar uma das datas mais aguardadas do ano: a Páscoa. O ponto alto do evento realizado pela Assessoria de Políticas Públicas para o Idoso – APPI, vinculada à Secretaria Municipal de Governança Comunitária – SGCOM, foi a chegada do símbolo da data, o coelho. Outros apoiadores como a Asapeg, Escola Municipal Especial para Surdos, o Conselho Municipal do Idoso, que trouxe o Clube de Mães, e o Grupo Voluntário Criança Feliz Amigos do Bem, foram motivos de agradecimentos do vice-prefeito Áureo Tedesco, por terem feito uma bela comemoração. “A nossa cidade só ganha quando investimos no bem-estar das crianças, que são o nosso futuro”, opinou. O representante do Poder Executivo também afirmou que “a união para que este dia se concretizasse deve ser realizada em todos os momentos, pois é muito próspero para a comunidade”, disse.
As atrações contemplaram todas as idades. A Secretaria Municipal de Saúde integrou o evento com um estande sobre saúde bucal; já a Asapeg apresentou-se com coral e dança, assim como as crianças da Escola Municipal Especial para Surdos, que também executaram uma performance artística. Artesanatos produzidos na Casa do Artesão também foram expostos a fim de fomentar a economia local. A mãe Larissa da Silva, acompanhada da sua pequena Helena, 1 ano, acredita que a data seja muito mais do que comer chocolates. “É o dia da ressurreição de Jesus, o momento que nos reunimos com a família e comemoramos a vida”. Já sobre trazer a sua neném dos cabelos pretos cacheados, o motivo é semelhante. “Gostaria que ela entrasse desde cedo no clima dos festejos, conhecesse de perto o símbolo pascal, e que também ficasse mais alegre com as pinturas e chocolates”.

Amor ao próximo

Já soma-se meia década de voluntariado, entre cinco pessoas que mudam o mundo de centenas de crianças e adolescentes com atos de solidariedade. Esta é a realidade do Grupo Voluntário Criança Feliz Amigos do Bem, que estavam na ocasião fazendo pinturas nas crianças e distribuindo guloseimas. “Atuamos em diversos bairros da cidade, como o Xará, Rosa Maria e Rincão da Madalena”, iniciou a coordenadora Cristiane Moreira.
“Enquanto estivermos arrecadando doações, sejam de alimentos ou roupas, trabalharemos para os jovens”, determinou ela. A ideia do projeto é proporcionar alegria as crianças que possuem pouco acesso ao entretenimento, como também aqueles que as vezes não têm um motivo para sorrir. “Temos algumas metas, como comprar brinquedos infláveis e fantasias, tudo por um mundo melhor”, sonhou Cristiane.