Descarte irregular de lixo | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Descarte irregular de lixo

Descarte irregular de lixo

O volume de lixo no local aumenta a cada dia e comunidade pede uma solução. Prefeitura projeta um Ecoponto no terreno, para coibir com o descarte irregular

A vegetação do terreno mostrado nas fotos fica quase oculta pela quantidade de lixo acumulada neste local. Este espaço não deveria ser utilizado para descarte de lixo, mas diariamente o volume só aumenta. O terreno fica entre duas escolas na Morada do Vale I, e a insatisfação popular com esta situação será a causa de uma manifestação realizada por professores, alunos e comunidade.

Além de todo o transtorno e problemas no aspecto visual, o cheiro e a proliferação de insetos e roedores é um problema para a escola. Somente no último ano, duas vezes tiveram que dispensar os alunos da aula para dedetização, em função de uma infestação de moscas nas dependências da escola.

Simone Torquato é professora da Escola Morada do Vale I, conhecida como CIEP, há treze anos e moradora do bairro há 35 anos. Ela conta que realmente a prefeitura fazia o recolhimento do lixo depositado irregularmente no terreno, mas o problema é que não adiantaria somente recolher, seria necessária uma ação para impedir a ação de largar o lixo no local.

Na calçada deste terreno não existe calçada pavimentada, obrigando os alunos que transitam entre as duas escolas a caminhar em meio aos automóveis estacionados na via. Em alguns pontos, o tráfego de pedestres pela calçada fica impossibilitado pela presença de lixo no passeio público, além dos limites do terreno.

“Assim como a responsabilidade de calçamento na frente da minha casa é minha, em um terreno de propriedade da prefeitura esta responsabilidade é dela”, destacou a professora. Ela sugere que a prefeitura retire o lixo, bloqueie o acesso ao terreno e realize o calçamento, para inibir o depósito de lixo também na calçada.

Para Simone, uma alternativa mais otimista seria a recuperação da área, transformando o local em uma praça ou centro de atividades esportivas como foi feito no Bairro Granja Esperança. Um projeto mais audacioso, a construção de um anfiteatro, que pudesse ser utilizado pelas escolas das das Moradas I, II e II, também seria uma ótima alternativa. A professora destaca esta idéia, visando que nestes três bairros estariam em torno de um quarto ou mais da população de Gravataí.  “Seria um espaço de cultura, lazer e eventos sociais de muita valia para nossa comunidade”, finalizou.

Uma manifestação está sendo organizada por um grupo de professores para demonstrar a insatisfação da comunidade, e deve acontecer nos próximos dias. O abaixo assinado também está sendo produzido, para encaminhar um pedido formal de solução do problema.

A Prefeitura de Gravataí, através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSU), informa que realiza a limpeza urbana fazendo o recolhimento de galhos e entulhos regularmente de acordo com o cronograma de serviço em diversas áreas do município.  O encaminhamento para a realização da limpeza nas escolas Morada do Vale I (CIEP) e João Paulo II já foi realizado e num prazo máximo de uma semana as equipes da secretaria estarão vistoriando o local.

De acordo com o secretário interino de Serviços Urbanos (SMSU), é de extrema importância que as pessoas colaborem fazendo denúncias. “Nós lamentamos profundamente que o descarte irregular continue ocorrendo, principalmente em áreas escolares. O município gasta recursos enormes com o recolhimento de lixo quando poderia estar investindo em educação, saúde e outras áreas prioritárias em benefício do cidadão. Temos que acabar com esta prática. Pedimos que a população colabore denunciando, pois quem for pego jogando lixo na rua, agora poderá ser punido”, explica.

Colabore com as denúncias

De acordo com o Novo Código de Limpeza do município, quem for flagrado jogando lixo na rua será notificado com infrações. Poderá  levar multa de R$ 150 a R$ 3 mil, dependendo da quantidade de lixo descartado. A SMSU é o setor responsável por manter a cidade limpa e iluminada. Solicitações, sugestões, elogios ou reclamações, a partir de agora serão feitas pelos telefones (51) 3600.7501 ou 3600.7509 (horário comercial) e (51) 9811-5959 (plantão) ou ainda pelo e-mail: smsu@gravatai.rs.gov.br.

Novo Ecoponto no local

A administração municipal destaca que a área ao lado da escola Morada do Vale I é uma área pública que tem um projeto já definido para ser o terceiro Ecoponto da cidade e colaborar de forma estrutural, para coibir com o descarte irregular. Os Ecopontos tem a missão de funcionar como um local de destinação intermediária de materiais. Atualmente, a cidade conta com dois destes locais, o da Princesa Isabel e o Morada do Vale.

Texto: Filipe Foschiera