Conta de luz salgada | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Conta de luz salgada

Conta de luz salgada

Diversos fatores causaram o aumento nas faturas de energia do último mês

Uma das faturas que chegaram nas residências dos gravataienses, e foram pagas no início deste mês, causaram grande espanto e problemas para o orçamento familiar. A conta de luz ficou dos moradores do município ficou mais cara no mês de março, e o aumento chegou na fatura do mês de abril. As causas do notório aumento são a revisão tarifária extraordinária, e também a elevação das bandeiras tarifárias, medidas aplicada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Na Rio Grande Energia (RGE), distribuidora na região de Gravataí, o reajuste tarifário foi de 35,5%.

Em vigor desde janeiro, o Sistema de Bandeiras Tarifárias serve para repassar mensalmente ao consumidor o custo da energia e também já precisou ser reajustado. Atualmente está na bandeira vermelha. Isto indica que, além dos percentuais do reajuste tarifário, e da bandeira tarifária, acrescenta-se a incidência de tributos a estes valores ao total pago pelo consumidor.

Um novo aumento já tem data marcada. O reajuste anual, aplicado tradicionalmente nas datas contratuais de cada distribuidora, será no mês de Junho para a RGE.

O valor do kWh para consumidores residenciais, da energia distribuída pela RGE, aumentou de R$ 0,35 para R$ 0,46 por kWh gasto. Ou seja, um morador de Gravataí, que em janeiro consumiu 278 kWh, pagou na conta com vencimento em fevereiro o valor de R$ 151,08. O mesmo cliente consumiu uma carga menor de energia no mês de março, totalizando 263 kWh, porém com os aumentos sua conta vencida em abril atingiu o valor de R$ 168,35.

Para não sentir o impacto de todos esses aumentos em sua conta no próximo mês, a única maneira é economizar. Conscientizando-se do consumo de cada equipamento fica muito mais fácil poupar o uso de cada um. Confira:

– O chuveiro elétrico é o aparelho que mais consome energia em uma residência. Representa de 25 a 35% do valor da sua conta.

– O ar-condicionado representa de 2 a 5% do valor de sua conta de luz. Para economizar, alguns cuidados como a limpeza dos filtros e manter as portas e janelas fechadas são importantes.

– A geladeira é o segundo equipamento que mais consome energia em uma residência. Ela contribui com 25 a 30% do valor de sua conta de luz.

– O televisor representa de 10 a 15% do valor de sua conta. Para economizar, evite deixar o televisor ligado sem necessidade e tome sempre cuidado para não dormir com o televisor ligado.

Entenda as bandeiras

Mensalmente, a Aneel divulga ao mercado a bandeira tarifária em vigor para cada região do País, com base em informações do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). As distribuidoras, por sua vez, informam aos consumidores a bandeira tarifária na conta de energia.

O sistema é composto por três bandeiras:verde, amarela e vermelha, em referências às cores do semáforo de trânsito, com o objetivo de facilitar a compreensão pelos consumidores.

As bandeiras tarifárias sinalizam o preço real da energia no País e as condições de abastecimento do sistema, conforme abaixo:

Bandeira Verde – Hidroelétricas operam normalmente – Não há alteração no valor da tarifa

Bandeira Amarela – Usinas térmicas ativadas – Acresce R$ 2,50 a cada 100kWh na sua conta

Bandeira Vermelha – Usinas térmicas ativadas e alta demanda – Acresce R$ 5,50 a cada 100kWh.

Texto: Filipe Foschiera