Banco de Alimentos está certificado para reabrir Restaurante Popular | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Banco de Alimentos está certificado para reabrir Restaurante Popular

Banco de Alimentos está certificado para reabrir Restaurante Popular

Espaço que tem parceria da Dana e Prefeitura deverá retomar sua atividade no próximo mês

O secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Social, Miki Breier, entregou ao diretor-presidente do Banco de Alimentos de Gravataí, Roberto Bastiani, a certidão de registro que habilita a entidade a participar do projeto do Restaurante Popular no município. O Banco de Alimentos é uma sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), criado no ano de 2000, no Conselho de Cidadania da FIERGS. A expectativa é de que o Restaurante Popular de Gravataí, inaugurado em 2009, seja reativado até o próximo mês.

Conforme Bastiani, o projeto contará com contrapartida do município para a contratação de uma assistente social. “Queremos seguir o modelo implantado em Caxias do Sul e oferecer o acompanhamento das famílias carentes visando também a criação de oportunidades de empregos, juntamente com as parcerias com as empresas”, disse ele, lembrando que o Banco de Alimentos interage como um gerenciador de arrecadação, recepção e distribuição de doações de alimentos para entidades assistenciais cadastradas.

O titular da pasta do Trabalho ressaltou a importância do Programa de Apoio à Inclusão e Promoção Social (PAIPS), a Lei da Solidariedade, programa que estimula a parceria e a colaboração entre empresas, organizações da sociedade civil e a administração pública estadual para o desenvolvimento de projetos sociais, mediante a utilização de incentivo fiscal.

O funcionamento

Para servir refeições a preços populares, o projeto necessita de três pilares essenciais: A iniciativa privada, no caso a Dana, uma sociedade civil de interesse público, representada pelo Banco de Alimentos, e a Prefeitura Municipal. Até o início do ano, o Serviço Social da Indústria (Sesi) era um dos parceiros, desde então o restaurante permaneceu fechado. Localizado no centro de Gravataí, escolhido pelo grande fluxo de pessoas, na rua Coronel Sarmento, nº 1.426, o restaurante servia refeições completas ao preço de R$ 1,00 cada.Os pratos eram preparados diariamente por uma equipe alimentação profissional, em uma cozinha industrial em Gravataí, e transportados para o restaurante em containeres térmicos.

O cardápio diário continha arroz, feijão e salada (todos com consumo livre), carne (uma porção) e complemento (uma porção). A prefeitura de Gravataí é responsável pela locação do espaço, infra-estrutura e contratação da equipe de atendentes do restaurante. Ainda não está definido se o restaurante permanecerá no mesmo local, onde tinha capacidade de servir 300 refeições por dia. A previsão é que a parceria entre Prefeitura e Dana continue, e com a certificação do Banco de Alimentos como operador possa reinaugurar o espaço até o próximo mês.

Texto: Filipe Foschiera