Representantes da região metropolitana debatem construção das vias paralelas à Free Way | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Representantes da região metropolitana debatem construção das vias paralelas à Free Way

Representantes da região metropolitana debatem construção das vias paralelas à Free Way

Encontro ocorrido nesta segunda-feira (6), na Câmara Municipal de Cachoeirinha, contou com a presença do prefeito Marco Alba, responsável pela criação do projeto

Com o intuito de debater os estudos de viabilidade técnica da construção das novas vias laterais da BR-290 com os demais municípios, o prefeito Marco Alba, esteve presente, na noite da última segunda-feira (6), na sessão plenária da Câmara de Cachoeirinha, para discutir o tema.

Para o idealizador do projeto, prefeito Marco Alba, as conquistas na infraestrutura viária de Gravataí são o início de inúmeros avanços no desenvolvimento da cidade. “Este é um processo iniciado pela Prefeitura de Gravataí. O anúncio da obra é a mais importante notícia da para a infraestrutura viária de Gravataí nas últimas décadas. O projeto prevê a nova pista, com 11 quilômetros, começando no entroncamento com a ERS 118 e segue até o Barro Vermelho. A obra deve promover mais agilidade ao nosso trânsito, permitindo o aquecimento até mesmo de nossa economia. Além disto, a Administração Municipal vai continuar buscando obras importantes para a cidade”, explica o prefeito.

De acordo com o estudo, as vias laterais deverão sair do quilômetro 64, próximo à GM em Gravataí, chegando até o quilômetro 96, nas proximidades da Arena do Grêmio. Em alguns trechos, haverá a necessidade de instalação de elevadas, devido às condições do solo, nos mesmos moldes do projeto construído na BR 448. O estudo também quer incluir a necessidade de acesso à Alvorada, possibilitando novas vias de interligação entre os municípios, gerando mais desenvolvimento.

Outra novidade é o deslocamento da praça de pedágio de Cachoeirinha para após a intersecção com a ERS 118. A construção das vias marginais inviabiliza a permanência de pedágio, liberando o acesso para o usuário de curta distância. Esta novidade vai afetar diretamente o trânsito na avenida principal de Cachoeirinha, desafogando o fluxo de veículos que utilizam a cidade como via de acesso a Porto Alegre.
Marco Barbosa, coordenador do movimento Livre Acesso à Free Way, destaca a importância deste estudo. “A participação dos prefeitos Marco Alba e Serginho, de Gravataí e Alvorada, bem como o apoio do prefeito Vicente Pires, reforçam a importância desta luta para a região metropolitana”, ressalta.

Também estiveram presentes representantes de Viamão e Alvorada.

 Texto: Diego da Costa