Marco Alba busca apoio do governador para solução contra demissões na indústria automotiva | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Marco Alba busca apoio do governador para solução contra demissões na indústria automotiva

Marco Alba busca apoio do governador para solução contra demissões na indústria automotiva

Em audiência realizada na tarde desta quinta-feira (12), o prefeito Marco Alba, acompanhado de representantes do Sindicato dos Metalúrgicos, reuniu-se com o governador José Ivo Sartori. O encontro foi solicitado pelo prefeito após pedido do Sindicato em virtude da demissão de 300 funcionários da GM.
“A GM e os sistemistas são responsáveis pela maior fatia do retorno de ICMS de Gravataí. A redução ocasionada pela crise afeta diretamente a arrecadação e também a economia local. O desemprego é um dos piores efeitos causados pela crise econômica e política que afundou o país nos últimos meses”, destacou o prefeito Marco Alba.
Durante o encontro, José Ivo Sartori comprometeu-se a buscar formas de solucionar o desemprego no setor automotivo em Gravataí. “Vamos manter um diálogo permanente com o prefeito Marco Alba para construir um debate sobre formas de contornar a crise”, disse o governador.
O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí (Sinmgra), Valcir Ascari, voltou a ressaltar que algumas alternativas são propostas para o enfrentamento da crise. Segundo Ascari, a renovação da frota é um ponto que pode influenciar na retomada do crescimento para o mercado. O secretário municipal de Governança Comunitária, Claiton Manfro, participou da agenda.

Sindicato busca acordo no TRT/RS
O Sinmgra buscou, junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT/RS), a reintegração dos 300 funcionários demitidos da GM. Em encontro realizado na quarta-feira (11), não houve acordo entre a montadora e o Sindicato. Uma nova audiência de mediação foi marcada para a próxima segunda-feira (16), entre Sinmgra e TRT/RS.

Lay-off na GM
Em dezembro de 2015, 800 funcionários do terceiro turno da fábrica (horário noturno), foram informados do lay-off. Nesta condição, os profissionais são afastados mas seguem sendo remunerados.