Tênis roubados da Paquetá foram encontrados em ponto de tráfico | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Tênis roubados da Paquetá foram encontrados em ponto de tráfico

Tênis roubados da Paquetá foram encontrados em ponto de tráfico

Enquanto realizavam um trabalho de combate ao tráfico de drogas, na tarde de quinta-feira, policiais da 2 Din do Denarc acabaram descobrindo uma carga avaliada em R$ 50 mil em tênis. A mercadoria que estava na casa de um suposto traficante em canoas, tinha sido roubada da Paquetá, em Gravataí, durante o feirado de Carnaval. O homem acabou sendo preso por posse de drogas e receptação qualificada e deverá ser trazido, nos próximos dias, até Gravataí para explicar para as autoridades o que fazia com os tênis.

De acordo com o delegado o delegado Thiago Lacerda, titular da 2ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico (Din), os policiais receberam a denúncia de que em uma casa, no bairro Guajuviras, em Canoas, tinha um ponto de venda de lança perfume, uma droga ilícita. Os tiras foram até a casa e encontraram apenas um vidro de lança perfume. Mas o que o delegado não esperava encontrar na casa era uma enorme quantidade de tênis, carga essa avaliada em cerca de 50 mil reais. Sabendo do furto arrombamento que aconteceu na loja Paquetá, de Gravataí, os policiais entraram em contato com os agentes da 1ª DP de Gravataí, que investiga o furto, acabaram confirmando que realmente a carga de tênis era a de Gravataí.

Com a confirmação, o dono da casa, um homem de 26 anos foi preso em flagrante por receptação qualificada e posse de entorpecentes. Ele foi encaminhado ao presídio Central e poderá ser trazido até Gravataí para ser ouvido pelos policias da equipe de investigações da 1ª DP na tentativa de esclarecer como os tênis foram parar na casa dele e por consequência, chegar aos arrombadores.

Arrombamento tatu

O crime aconteceu entre a noite do sábado (14) e o início do domingo (15), quando os criminosos agiram igual a tatu, abrindo buracos na parede. Eles entraram pelos fundos da loja de calçados, que fica na avenida José Loureiro da Silva. Escolheram as mercadorias que queriam e aproveitaram a tranquilidade proporcionada pelo feriado de Carnaval para arrombar outras duas lojas. O modo de agir foi o mesmo. A partir da loja de calçados abriram outro buraco e acessaram uma loja de celulares que fica ao lado. depois de saquear o local, os ladrões tatu foram até o banheiro e abriram um terceiro buraco. Dessa vez o alvo foi uma loja de artigos esportivos de grife.

Texto: Patricia Mello