Suspeito de manter namorada grávida em cárcere privado é preso | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Suspeito de manter namorada grávida em cárcere privado é preso

Suspeito de manter namorada grávida em cárcere privado é preso

Um jovem de 20 anos foi preso por policiais da delegacia da Mulher de Gravataí, na manhã de quinta-feira, suspeito de manter a namorada de 15 anos, em cárcere privado. Os dois estavam juntos há mais de um ano e a jovem está grávida de oito meses. Conselho Tutelar acompanha a família e não acredita na história de cárcere.

Eram cerca de 6h da manhã quando os policiais militares saíram, em comboio da sede da delegacia, no Parque dos Anjos, com destino ao bairro Vila Branca. O alvo eram dois apartamentos em um condomínio popular na rua Botafogo, onde havia a denúncia de que uma jovem estaria sendo mantida em cárcere privado. Quando meteram o pé na porta, os policiais encontraram um cenário desesperador. Havia sujeira por todos os lados. A casa, não cheirava bem e quando  levantaram um dos colchões, descobriram que estava infestado de baratas.

No pequeno apartamento de menos de 30m², haviam dez pessoas, sendo nove moradores e um amigo da família, que junto com Dalvan Júnior Araújo Alves, 20 anos, jogavam videogame, além de um cachorro. Mas o que a polícia queria no local, era saber se uma adolescente de 15 anos estava ali. E ela estava, deitada em um colchão, no chão. ” Estava dormindo no chão, junto com diversas baratas. O local não tem qualquer tipo de estrutura para amparar a sua gestação. Ela estava em uma situação precária”, destacou a delegada Marina Dillenburg, que coordenou o resgate da jovem.

O caso passou a ser investigado pela policia em novembro do ano passado. Segundo a polícia, a informação é de que a menina teria tentado terminar o relacionamento e inconformado, ele teria passado a perseguir ela e, depois de ameaçar ela e a mãe de morte, a levou para o apartamento onde foram encontrados. A mãe da adolescente foi quem fez a denúncia. “O jovem é usuário de cocaína. Momentos antes de chegarmos no local, ele e o amigo estavam consumindo drogas e se livraram do material”, revelou a delegada.

O namorado foi autuado em flagrante por cárcere privado e corrupção de menor. A mãe dele, que também seria envolvida com o tráfico de drogas e teria ajudado a manter a menina sob cárcere, também deverá ser indiciada.

Conselho cuida das famílias

A conselheira Adriana Neves, esteve na Deam para acompanhar o caso. Ela revelou que o Conselho Tutelar acompanha as duas famílias. Disse ainda que a mãe da adolescente perdeu a guarda dos filhos para o pai, no caso, o avó materno. O motivo seria que ela é usuária de drogas. “O problema é que ela incomodou tanto e fez ameaças ao pai que por sua vez, registrou boletim de ocorrência e acabou deixando que ela levasse os dois filhos mais velhos, sendo um delas, a jovem”, contou.

Ela disse ainda que a mãe sabia do namoro da filha com o jovem e que no início, chegou a aprovar o namoro. Depois, quando a filha teira engravidado, passou a não aprovar o relacionamento. “A gente faz o atendimento das duas famílias e ela sabia o tempo todo que a menina estava na casa e que ela mora com o jovem a mais de um ano”, enfatizou.

Acusado e vítima negam

Já o acusado e até mesmo a vítima, negam o cárcere. Ela falou que quer ficar com ele, que ama ele. Já o acusado enfatiza que a namorada e mãe da primeira filha que ele terá, pois o bebê devera nascer entre 11 e 13 de junho, está na casa dele por querer e também por se sentir protegida. “Quando a gente namorava, ela me ligava quase todas as noites. Chorava e me pedia para ir buscar ela, pois a mãe estava  drogada e levava homens para dentro de casa. Foi por isso também que moramos com minha mãe”, declarou.
O jovem, que trabalha em uma carrocinha de cachorro-quente, revela que conheceu a namorada em uma rede social e que ela abandonou os estudos, estava na oitava série, por conta da gravidez. “Depois que nossa filha nascer, ela vai voltar a estudar”, finalizou.

Texto: Patricia Mello