Policia começa a ouvir testemunha para esclarecer mortes do final de semana | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Policia começa a ouvir testemunha para esclarecer mortes do final de semana

Policia começa a ouvir testemunha para esclarecer mortes do final de semana

A polícia Civil tem um verdadeiro quebra-cabeças para montar e tentar esclarecer as mortes de Everlin Rodrigues Melo, 23 anos e Luis César dos Santos. Os dois foram mortos com diferença de apenas alguns minutos e distantes a menos de cinco quadras um do outro. As mortes são um grande mistério e a polícia tenta descobrir se possuem um elo de ligação. De acordo com o comissário Jair Gonçalves, chefe de investigações da delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a polícia já começou a ouvir as testemunhas e conhecidos para tentar esclarecer as circunstâncias das mortes.

O que chama a atenção é que nenhum dos dois tinha antecedentes. “Quando começamos a investigação, o primeiro critério que usamos é de analisar as antecedentes para uma possível motivação. Nenhum dos dois tem antecedentes, então, vamos tentar alguma pista com os conhecidos ou testemunhas”, disse. Everlin foi morto na rua José Franklin Alves, por volta das 21h55. Alvejado com disparos na cabeça, ele acabou morrendo no local. Enquanto isso, por volta das 22h, Luis saia de casa, na avenida União. Quando abriu o portão, um veículo teria passado e os ocupantes atirado contra ele. O jovem chegou a ser socorrido por um tio, mas morreu antes de chegar no hospital.

Texto: Patricia Mello