Polícia ainda aguarda laudos de acidente na Estrada Velha | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Polícia ainda aguarda laudos de acidente na Estrada Velha

Polícia ainda aguarda laudos de acidente na Estrada Velha

A delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) ainda aguarda 11 laudos de lesão e sete de necropsia para poder concluir o inquérito do acidente com o ônibus da Unesul. Somente com os laudos é que a polícia poderá remeter o inquérito para a área judiciária. A tragédia que deixou oito mortos aconteceu em Glorinha no dia 6 de janeiro, quando o veículo trafegava a 102 km/h em um trecho onde a velocidade máxima permitida é de 60 km/h.

De acordo com o delegado Ânderson Spier, que comanda as investigações, a polícia precisa desses laudos do instituto Médico Legal (IML) para poder encerrar o inquérito. Explica que não tem como remeter ao judiciário sem que todos os procedimentos necessários, nesse caso específico, os laudos periciais para que possa ter todos os embasamentos necessários e encerrar a parte de investigação. Lembrando que é a partir do inquérito que lá adiante, o Ministério Publico vai decidir ou não se vai oferecer denúncia ao motorista do ônibus. Mesmo ainda faltando esses laudos, o IGP já entregou para a polícia o laudo que aponta falha humana no acidente do ônibus

. Além da velocidade acima 102 km/h no trecho que é so de 60 km/h, conforme os peritos, a maioria dos passageiros não usava cinto, e o coletivo não apresentou problemas técnicos. De acordo com o laudo técnico do IGP, o acidente aconteceu às 13h34 do dia 6 de janeiro no km 19 da rodovia conhecida como “Estrada Velha” e o ônibus não estava atrasado na viagem que fazia a linha Porto Alegre – Tramandaí, no Litoral Norte.

Texto: Patricia Mello