Homem que invadiu casa para matar se apresenta e confessa crime | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Homem que invadiu casa para matar se apresenta e confessa crime

Homem que invadiu casa para matar se apresenta e confessa crime

Guasca, como é conhecido I.M.S.M., esteve na delegacia de Homicídios e confessou a morte de Maurício Brasil do Canto, ocorrida no dia 4 de fevereiro. La disse que estava passando pelo local e foi chamado pela vitima. Como se apresentou e confessou o crime, por enquanto a polícia não pretende pedir sua prisão.
Segundo o comissário Jair Gonçalves, chefe de investigações da delegacia de Homicídios, o acusado foi convocado para prestar esclarecimentos e se apresentou junto com uma advogada. Na DP, teria dito que passava pelo local quando foi chamado pela própria vitima, momento em que teria acontecido a discussão e a morte. “Como ele se apresentou e está ajudando a esclarecer os fatos, pelo menos por enquanto não será pedida sua prisão”, destacou o comissário.
Só que a versão da família para o crime é outra. Conforme A.C.M., esposa de Maurício, por volta das 6h20 do dia do crime, o acusado teria ido, com seu Chevete vermelho, até a rua Álvaro Gutierrez, no bairro Morada do Vale I e teria estacionado o carro por uns minutos na frente da casa. Dentro da residência, a família dormia tranquilamente quando foi surpreendida pelo acusado que pegou uma machadinha e uma faca e desceu do carro. Com a machada em punho, segundo a esposa, teria arrebentado a porta da frente da casa e invadido o local.
Com o barulho, Maurício e a esposa, que dormiam no quarto junto com o filho de apenas três anos, acordaram assustados. A primeira reação de Maurício, ainda sonolento, foi correr para a sala para ver o que estava acontecendo. Assim que chegou na sala, segundo a esposa, já foi atacado a machadadas. Percebendo a gravidade da situação e sem entender o que estava acontecendo, a esposa pegou o filho no colo e trancou a porta do quarto. Dentro escutava suspeito dizer: “Mexe com a mulher dos outros”, enquanto golpeava a vítima.

A mulher só saiu do quarto quando tudo ficou em silencio. Foi ai que viu o marido com vários ferimentos pelo corpo. Ele foi socorrido e encaminhado ao hospital, mas acabou falecendo no final da tarde. Maurício era casado com A.C.M. a mais de 20 anos e trabalhava como técnico multifuncional. Tinha dois filhos, de 16 e três anos e estava feliz, na expectativa de conhecer o primeiro neto, já que o filho mais velho está para ser pai.

Texto: Patricia Mello