Denarc prende casal de irmãos que abastecia festas rave na região Metropolitana | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Denarc prende casal de irmãos que abastecia festas rave na região Metropolitana

Denarc prende casal de irmãos que abastecia festas rave na região Metropolitana

Tiras do departamento Estadual de Narcotráfico (Denarc) prenderam na tarde de sábado, um casal de irmãos suspeitos de entregar “balinhas” e outras drogas em festas raves da região Metropolitana. Foram apreendidos 730 comprimidos de ecstasy, 350 pontos de LSD, cocaína e frascos de Cetamina. Apesar da prisão ter acontecido em Canoas, a polícia tem a convicção de que uma das rotas de tráfico dos manos é a cidade de Gravataí e, como as investigações vão prosseguir, os nomes dos detidos não foram divulgados.

De acordo com o delegado Maurício Barison, titular da 2ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico (DIN), a equipe já estava monitorando a dupla e tinha a informação de que os dois irmãos, ela com 31 anos e ele com 25, iriam distribuir drogas em uma rave em Guaíba. Diante disso, na tarde de sábado, dia em que grande parte dos traficantes acredita que a polícia civil não trabalha, os tiras do Denarc resolveram fazer uma visitinha aos dois.

O alvo era o apartamento dos manos, em um condomínio da rua Machadinho, bairro Rio Branco. Lá, foram encontrados 730 comprimidos de ecstasy, 350 pontos de LSD, 122 gramas de cocaína e 19 frascos de cetamina que é uma substância utilizada como analgésico veterinário. Os distribuidores de drogas sintéticas misturam uma porção de cocaína com outra de cetamina para potencializar os efeitos das substâncias e, para esta nova droga, atribuem o nome Calvin Klein ou CK. A droga foi avaliada em R$ 55 mil.

Segundo o delegado Maurício, foram dois meses de investigações, tempo no qual a polícia veio monitorando os dois para descobrir qual a rota das drogas que eles revendiam, como o fornecedor, e até mesmo usuários e os outros vendedores. O delegado estima que a droga seja distribuída em várias festas rave da região metropolitana. “Gravataí certamente é uma das cidades onde essas drogas são distribuídas”, disse.

Maurício reiterou que, como as investigações ainda vão prosseguir, optou por não divulgar nomes. E, como o delegado disse, no sábado a noite, após a prisão, que as investigações iriam prosseguir, no domingo a equipe do Denarc, mesmo sem ter sido convidada, resolveu dar uma “voltinha” na tal festa rave que o casal de irmãos ia. Rápidos, os traficantes já tinham se articulado e outro distribuidor foi flagrado com 94 comprimidos de ecstasy, 19 pontos de LSD, cocaína e cetamina. O homem que também não teve o nome divulgado, foi preso em flagrante.

Texto: Patricia Mello