SEM TRANSPORTE ESCOLAR ESPECIAL | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

SEM TRANSPORTE ESCOLAR ESPECIAL

SEM TRANSPORTE ESCOLAR ESPECIAL

Alunos de escolas especiais estão há mais de 15 dias sem transporte. Prefeitura promete regularizar o serviço nesta quinta-feira.

Luiza Scheffer tem 16 anos, e há 10 utiliza o transporte fornecido pela Prefeitura para ir até a sua escola. Ela é autista e estuda na Escola Municipal de Ensino Especial Cebolinha (APAE). Os responsáveis pela menina não sabem o que está acontecendo, mas há mais de 15 dias o micro-ônibus não passa em sua residência para cumprir o seu itinerário de costume. Durante esse tempo, Luiza fica em casa, com a mãe, e não sabe quando voltará a estudar. Ela mora na Cohab C, na parada 74 da Dorival de Oliveira, e não possui outras alternativas para realizar o trajeto, todas as manhãs, até a instituição de ensino.

A mãe da menina, Lucir Scheffer, considera um grande descaso com as crianças especiais. “Sempre temos dificuldades, nada é facil para estas crianças”, destacou. Ela afirma ainda que nenhuma informação foi repassada sobre a alteração do serviço de transporte, e conta que já houve algumas interrupções quando algum veículo estragava, mas nenhuma durou tanto tempo. “Eu não trabalho, assim posso ficar com ela. Minha filha precisa de cuidados sempre, não faz nada sozinha”, finalizou. Um micro-ônibus que faz o transporte somente para crianças especiais, que leva alunos de vários pontos da cidade para diversas escolas.

Conforme informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Gravataí, responsável pelo serviço, a questão das vans escolares é bastante complexa. A Prefeitura possuía um contrato com uma terceirizada que fazia o transporte escolar das crianças. A empresa não estava realizando um trabalho satisfatório e em razão disso, foi rompido o contrato com a prestadora. Além da má qualidade na prestação de serviços, os veículos (vans) foram danificados durante o uso, e precisaram passar por manutenção e reparo. Para alegria da jovem Luiza, a Prefeitura informou que a van que faz o transporte das crianças para o Cebolinha retornaria da manutenção e hoje (quinta-feira) deveria normalizar o serviço de transporte escolar.