Indivíduos pilchados assaltam supermercado e tiroteiam com a Brigada | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Indivíduos pilchados assaltam supermercado e tiroteiam com a Brigada

Indivíduos pilchados assaltam supermercado e tiroteiam com a Brigada

Um assalto praticado na manhã do último domingo (08), contra um estabelecimento comercial na localidade de Morro Agudo, situado na frente da igreja, interior de Santo Antônio da Patrulha, resultou em tiroteio entre suspeitos e a Brigada, que teve reforço de Osório, Glorinha e Cidreira.
Três indivíduos armados e pilchados, invadiram o estabelecimento comercial por volta de 09h30min, anunciando o assalto, mandando que as cerca de oito pessoas deitassem no chão, e que não olhassem para suas fisionomias. O proprietário foi buscado em casa por um dos assaltantes, afirmando que ninguém deveria reagir, porque nada aconteceria já que eles queriam apenas o dinheiro e celulares das vítimas.

TROCA DE TIROS
Após, fugiram em uma caminhonete Ford Ranger, placa MEH 9720, de Novo Hamburgo, mas logo após, foram interceptados por uma viatura da Brigada, disparando contra seus ocupantes, porém, não acertando o alvo. Um dos PMs revidou, sendo que conseguiram atingir um pneu. Com o veículo avariado, mesmo assim tentaram fugir, havendo nova troca de tiros. Abandonando a caminhonete aconteceu um terceiro tiroteio quando os indivíduos embrenharam-se em matos.
A Brigada fez um grande cerco na região, mas não conseguiu localizar os suspeitos.

TONETE
O delegado Valdernei Tonete, ao falar sobre a ocorrência, elogiou a ação dos policiais militares que mais uma vez colocaram suas vidas em risco para continuar defendendo a comunidade.
Tonete afirmou que deverá indiciá-los, representando pela prisão preventiva dos indiciados e por ter sido um crime grave, onde além do roubo à mão armada, reagiram disparando contra os brigadianos o que fez com que o titular da DP decidisse também pelo indiciamento por tentativa de homicídio.
Valdernei Tonete pede, por fim, para quem tenha qualquer informação que possa levar à identificação e prisão dos suspeitos, que as repassem às autoridades policiais, porque é garantido total sigilo em torno da identidade do informante. “Temos que identificar esses indivíduos para colocá-los na cadeia para que eles não continuem livres causando constante ameaça à população ordeira”, concluiu.

Com informações da Polícia Civil de Santo Antônio da Patrulha