Comércio reabre, mas com restrições | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Comércio reabre, mas com restrições

Comércio reabre, mas com restrições

Novo decreto assinado pelo prefeito municipal possibilitou a reabertura do comércio local com algumas restrições para evitar que o Coronavírus infecte quem circular pelas ruas. Além disso, agora é obrigatório o uso de máscaras sob o risco de ser multado.
A liberação determinada por Daiçon Maciel da Silva, com vigência desde o último sábado (02), é para o comércio e outros serviços não essenciais desde que cumpram as determinações no decreto consolidado 078/20 pelo decreto 108, publicado na noite de sexta-feira (01). Academias também poderão reabrir, obedecendo aos mesmos critérios.
O decreto transitório do Governo do Estado permitiu a liberação do comércio em todo o Estado. A decisão fica a critério de cada prefeito e uma série de restrições foram estabelecidas.
O prefeito Daiçon diz que esta é uma boa notícia e que se houver um comprometimento tripartite (empresário, população e órgãos públicos) é possível retomar as atividades com segurança.
COMO DEVE SER
O secretário de Planejamento, Ferulio José Tedesco explica que poderão abrir seguindo as regras de higiene, mantendo a distância entre as pessoas de 2 metros e lotação máxima de 30% da capacidade do imóvel, conforme PPCI. Mas ele lembra a situação difícil em que, como Lajeado estão passando. “Depois de afrouxar medidas de isolamento estão com índices altos da doença e agora precisam recuar. Não é isso que queremos para Santo Antônio da Patrulha, por isso, agimos com cautela, mas dependemos da conscientização de todos para continuarmos classificados com bandeira amarela”.
Santo Antônio da Patrulha está classificado como bandeira amarela no estudo apresentado pelo Governo Estadual, caracterizando o município em estado de atenção, mas com uma situação estável, diante dos dados epidemiológicos. O estado classificou os municípios gaúchos por bandeiras laranja, vermelha e preta.
O secretário da Saúde, Charlis Santos, disse que o trabalho para manter o distanciamento continua e que, todas as providências, como a contratação de profissionais de saúde e a criação da Unidade de Campanha COVID-19 estão sendo tomadas para o enfrentamento da pandemia.
A presidente do Comitê de Enfrentamento e Prevenção ao COVID-19, Rosimeri Numer lembra a importância do uso da máscara por todos. Ela diz que o município até o momento teve apenas dois casos confirmados, que não foram graves e “a meta é seguir assim”, afirmou. Sobre as aulas, o prefeito disse que não há possibilidade de retorno antes do fim deste mês.
Como se observa, a situação é bastante delicada e se aproximando o período de inverno, junho e julho deverão ser os meses mais críticos, não estando descartada a hipótese novamente haver o fechamento do comércio se o risco do vírus aumentar.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *