"Tem que andar a cavalo!" | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

“Tem que andar a cavalo!”

“Tem que andar a cavalo!”

Motoristas do município reúnem-se em manifestação pacífica contra o aumento dos combustíveis e recebem sugestão de proprietário

Seguindo o modelo de outros protestos realizados em todo Brasil, um grupo de clientes insatisfeitos com o aumento da gasolina resolveu fazer o mesmo nos postos de combustíveis da cidade. Eles abasteciam um valor pequeno, pagavam no cartão, e pediam comprovante, ocasionando enorme fila e grande movimentação no posto. O dono do estabelecimento sugeriu o uso de cavalo para transporte pessoal dos clientes insatisfeitos com o valor do combustível.

Cerca de 40 motoristas partiram em carreata do Parcão da 79 até o Posto BR da parada 70, na última terça-feira(10). Chegando ao estabelecimento, todos motoristas pediam R$ 0,50 de gasolina, pagavam o valor no cartão de crédito com emissão de comprovante, e também requisitavam nota fiscal. Desta maneira, o processo para abastecer um carro, mesmo com valor pequeno, demoraria muito mais que o habitual e ocasionaria um prejuízo ao posto de combustível. A fila chamou atenção de quem não conhecia o movimento e acabou atraindo um número ainda maior de clientes dispostos a protestar.

O dono do estabelecimento tentou impedir que o movimento fosse realizado, questionando alguns clientes que aguardavam fora dos veículos. Em um vídeo disponibilizado nas redes sociais, o homem com crachá do posto fala para os clientes utilizarem um animal como meio de transporte. “Tem que andar a cavalo!”, sugeriu o proprietário do posto de combustíveis. Em resposta, umas das participantes do movimento, que é proprietária de um cavalo, falou que poderia trazer o animal em outra oportunidade.

Toda a mobilização para o protesto aconteceu via rede social, onde usuários compartilharam a atitude de movimentos semelhantes que aconteceram em outras cidades do País. Maicon Ganzer e Rafael Santos criaram um evento no Facebook e convidaram mais de dez mil pessoas. Maicon relata que o motivo da manifestação não tem nenhum envolvimento político, e que tiveram a atitude em protesto ao aumento dos impostos que acarretaram no aumento do valor do combustível.

Uma nova manifestação já tem data marcada. Será no dia 21 de Fevereiro às 20h, e os organizadores prometem que será ainda maior. Um novo evento foi criado no Facebook, que conta com 11 mil convites e mais de mil pessoas confirmadas.

Frentista mata jovem em protesto no DF

Um frentista foi preso na noite desta quarta-feira (11) depois de matar a tiros um adolescente de 15 anos que protestava contra o aumento do preço da gasolina no Distrito Federal. O jovem participava de uma mobilização pacífica em um posto de Planaltina.

Cerca de 50 pessoas haviam parado os carros no posto durante o ato. Segundo testemunhas, o frentista se irritou com o protesto e, no terceiro automóvel, em vez de R$ 0,50, colocou R$ 50 de gasolina. O grupo começou então a juntar o dinheiro para pagar os R$ 50. A discussão continuou, e o frentista sacou o revólver 38 que levava na mochila. Ele disparou duas vezes contra o adolescente, que morreu no local. O frentista foi preso por homicídio doloso e porte ilegal de arma. O revólver, que foi apreendido, tem a numeração raspada.

Texto: Filipe Foschiera