Suspensa a captação de água no rio Gravataí | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Suspensa a captação de água no rio Gravataí

Suspensa a captação de água no rio Gravataí

Foi publicada na última sexta-feira (7/2), no Diário Oficial do Estado, portaria da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) que suspende, por tempo indeterminado, as captações diretas de água no rio Gravataí, do município de Alvorada, em direção à nascente até a confluência com a Sanga da Porteira, no limite entre Viamão e Glorinha.

O motivo é o nível crítico do rio devido à falta de chuva. Apenas a captação para o abastecimento à população está mantida. A determinação considerou os levantamentos e informações técnicas da Sema e da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan).

A Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí estará em permanente monitoramento. Em atendimento ao inciso quarto da portaria, diariamente serão atualizadas as medições nos dois pontos de referência.

Nova bomba de captação de água
A fiscalização e constante contato com a Corsan, por parte da Prefeitura de Gravataí, gerou resultados positivos para o município. A empresa de captação de água adquiriu uma balsa nova para deslocar, se necessário, as bombas para o meio do rio. Junto com o município o órgão está organizando um sistema de emergência para evitar o racionamento. A empresa, através do diretor de operações André Finamor, garantiu a Prefeitura que até a próxima quarta-feira (12/2) serão instaladas duas balsas para que bombas de captação móveis possam ser instaladas. Elas permitirão a captação em locais de maior profundidade do rio.

Conforme orientações do Departamento de Gestão de Recursos Hídricos e Saneamento, as condições de alerta e crítica ocorrem nas seguintes situações:

Estação Corsan Alvorada

• Crítica: leitura abaixo de 1,30m – regime de suspensão das captações;
• Alerta: leitura abaixo de 1,60m – regime intermitente de captação;

Estação Corsan Gravataí

• Crítica: leitura abaixo de 0,50m – regime de suspensão das captações;
• Alerta: leitura abaixo de 0,60m – regime de captação intermitente.

As captações poderão voltar à normalidade quando o rio sair do nível de alerta.

Equipes orientam quem faz irrigação no rio Gravataí

As equipes do Departamento de Recursos Hídricos (DRH) da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) e da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) realizaram sábado (8/2) uma ação de fiscalização e vistoria em propriedades que captam água do rio Gravataí para irrigação de lavouras. Cinco pontos estavam previstos para serem vistoriados. Três estruturas de bombeamento foram desligadas pela fiscalização. De acordo com Patrícia Moreira Cardoso, diretora adjunta do DRH/Sema, “a fiscalização tem como objetivo informar e conscientizar quem faz irrigação para que suspendam a captação devido ao nível do rio”.

Na manhã deste domingo, segundo boletim da SEMA, o nível do Rio Gravataí, em Alvorada, estava em 1,37 metros. Já em Gravataí, era de 65 cm.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *