SOGIL celebra o Dia de Conscientização do Autismo | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

SOGIL celebra o Dia de Conscientização do Autismo

SOGIL celebra o Dia de Conscientização do Autismo

Celebrado no dia 2 de abril, o Dia Mundial de Conscientização do Autismo é pauta na SOGIL. Para comemorar a data e se juntar à causa, a empresa está realizando uma série de ações relacionadas ao tema. Entre as principais novidades, está a colocação de um adesivo no interior de todos os ônibus da empresa indicando assento preferencial para pessoas autistas – isso já ocorre com obesos, gestantes, pessoas com crianças de colo, idosos e pessoas com deficiência. Além disso, na quarta-feira (31/3), dia da entrega da cesta básica dos colaboradores, fitas coloridas foram entregues na garagem da Parada 96 – elas representam a causa do autismo. Confira todas as ações da empresa no final da matéria.

Para a psicóloga Mainar Pinho, que é especialista em autismo e pós-graduanda em Análise do Comportamento Aplicada, as ações desenvolvidas pela SOGIL são importantes para a conscientização sobre o tema. “Elas auxiliam para o conhecimento desse transtorno e para o pré-conceito que se faz ao se deparar com uma pessoa em situação de crise. Além disso, elas colaboram para passar a mensagem de que cada ser humano é um ser único”, disse Mainar, que é mãe do Enzo, de 7 anos, diagnosticado com autismo.

Já a psicóloga e diretora de Recursos Humanos da SOGIL, Ana Cristina Pastro Pereira, acredita que a empatia é fundamental e está relacionada com o tema. “Olhar para o próximo com respeito e entender como podemos auxiliá-lo é muito importante. Felizmente, percebemos que Gravataí está com um olhar mais voltado para o autismo. Estamos em contato com algumas entidades e, para buscar atender às suas demandas, criamos um projeto que contempla este olhar”, afirmou.

O autismo

Conforme a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), o Transtorno do Espectro Autista (TEA) está relacionado a “algum grau de comprometimento no comportamento social, na comunicação e na linguagem, assim como nas atividades que são únicas para o indivíduo, realizadas de forma repetitiva”. Ainda de acordo com a OPAS, o transtorno começa na infância e “tende a persistir na adolescência e na idade adulta”. 4

De acordo com dados da Organização divulgados em 2017, uma a cada 160 crianças no mundo tem o TEA.
Para Mainar, tão importante quanto entender o autismo é respeitar as diferenças. “Como sabemos, o autismo não está visível no rosto, e isso dificulta que as pessoas entendam as particularidades de cada um. Algumas vezes podemos nos deparar com crises inesperadas, que podem ser confundidas com birra ou má educação”, lembrou.

O atendimento no transporte

Para as pessoas com autismo, a atividade de andar de ônibus pode ser algo bastante complicado. Entretanto, dependendo da abordagem dos profissionais, também pode ser “uma aventura inesquecível, com alguns detalhes que podem tornar a experiência agradável a todos”, disse Mainar.

“O conhecimento do motorista e do cobrador sobre o autismo se torna válido no sentido de entender a situação e auxiliar caso seja necessário. Também, se for preciso, os profissionais podem intervir e auxiliar os clientes em situações que possam acontecer dentro do ônibus”, explicou a psicóloga.

Pensando nisso, a SOGIL está trabalhando o tema internamente com seus colaboradores, através de material escrito e de vídeos de conscientização, que serão divulgados durante o ano.

Confira as ações da SOGIL no Projeto TEAcolhe (conscientização para o autismo)
– Adesivo preferencial em todos os coletivos;
– Fita em alusão ao autismo entregue aos colaboradores;
– Texto de divulgação interno e externo;
– Vídeos de conscientização;
– Card de divulgação da causa nas redes sociais.

Dicas de séries sobre o assunto
– Atypical (Netflix)
– Pablo (Netflix)
– The Good Doctor – O Bom Doutor (Globoplay)