Perícia confirma excesso de velocidade em ônibus da Unesul | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Perícia confirma excesso de velocidade em ônibus da Unesul

Perícia confirma excesso de velocidade em ônibus da Unesul

Trágico acidente na “Estrada Velha” foi causado por falha do motorista

O Instituto-Geral de Perícias (IGP) divulgou nesta terça-feira(20), o resultado do laudo técnico que analisou as circunstâncias do acidente com um ônibus da Unesul em Glorinha. A perícia realizada apontou que o coletivo  trafegava a 102 km/h no momento do acidente, sendo que a velocidade máxima permitida para o trecho é de 60 km/h.

O laudo técnico do IGP contrariou as informações preliminares que constatavam um atraso no tempo de trajeto da linha Porto Alegre- Tramandaí, da empresa Unesul. No documento, consta que o acidente ocorreu às 13h54, no km 19 da rodovia estadual, considerado dentro do tempo estimado para o techo. Os peritos do IGP também constataram falha humana como causa do tombamento do coletivo, descartando a versão do condutor, que afirmava, em depoimento ao Delegado Anderson Spier, que o ônibus sofreu falha mecânica.

O motorista deve ser indiciado por homicídio doloso, onde assume o risco de matar, mas na condição de dolo eventual. Jeferson Padilha da Silva, de 38 anos, estava há apenas 3 meses na empresa, e foi afastado de suas atividades na Unesul. O motorista vem recebendo tratamento psicológico desde o acidente.

#ENTENDA O CASO

No dia 06 de Janeiro, o ônibus da Unesul que fazia o trajeto Porto Alegre – Tramandaí tombou após uma curva fechada na parada 117 da ERS-030, em Glorinha. O acidente deixou 8 mortos e mais de 30 passageiros feridos.