Nova reintegração de posse é realizada na 118 | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Nova reintegração de posse é realizada na 118

Nova reintegração de posse é realizada na 118

Ação deve seguir pelo menos até o final da semana. Segundo Daer, mais de 79 locais serão desocupados | Foto: Jornal de Gravataí

Oficiais de justiça, Brigada Militar e outros profissionais cumpriram durante o dia de hoje uma reintegração de posse em área próxima ao Morro do Coco, às margens da ERS-118. Segundo previsão do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer), mais de 79 endereços – entre residências e comércios – serão desocupados até o final da ação, que deve durar até a próxima sexta-feira. A área de atuação vai da sinaleira do Morro do Coco até a Avenida Brasil.

De acordo com o oficial de justiça Rodrigo Nottar, que é um dos responsáveis pela reintegração, a retomada dos terrenos faz parte de um processo que tramita na justiça há anos. “No dia 31 de agosto, foi feita uma reunião para avisar a data da reintegração. Nela, participaram a Brigada Militar, oficiais de justiça, Guarda Municipal e um representante dos moradores”, disse Nottar.

Lucimara Mello, que precisou deixar o imóvel onde morava, disse que o aviso da reintegração veio muito tarde. “No dia 31 nos disseram que precisávamos sair. Para onde vamos? Tem gente que não tem condições financeiras para alugar um imóvel”, comentou Lucimara, que mora há 40 anos na região. A moradora afirmou, ainda, que não recebeu indenização pela ação da Justiça.

A oficial de justiça Elis Regina, que também está à frente da ação, salientou que as pessoas da região não têm direito à indenização. “Essas áreas são do Daer. Além disso, aluguéis sociais são oferecidos aos moradores há mais de dez anos. O problema é que a pessoa aceita, desocupa o local e, logo depois, outra família se instala”, lamentou.

Lisandra dos Santos Nunes, que mora há 30 anos no local, afirma que o momento é de desespero. “Fomos pegos de surpresa. Estamos sendo desapropriados das nossas próprias casas. Estou na dependência da ajuda dos meus amigos”, desabafou.

Segundo a oficial Elis Regina, amanhã os trabalhos começam a partir das 7h30.