Município aguarda novas doses para retomar a vacinação dos idosos acima de 80 anos | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Município aguarda novas doses para retomar a vacinação dos idosos acima de 80 anos

Município aguarda novas doses para retomar a vacinação dos idosos acima de 80 anos

A Prefeitura de Gravataí aguarda que o governo do Estado envie novas doses da vacina contra a Covid-19 para seguir com a vacinação dos idosos acima de 80 anos. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o processo de imunização não está suspenso no município. Nesta quarta-feira, 17, o Departamento de Vigilância em Saúde (Viemsa) deu início à aplicação da segunda dose da vacina nos idosos moradores das Instituições de Longa Permanência (ILPI). Ao todo, Gravataí recebeu 8.810 doses entre primeiras e segundas doses da CoronaVac.

Os idosos acamados, acima de 80 anos, seguem sendo vacinados pelas equipes da Viemsa e Unidades Básicas de Saúde (UBS). Até a última sexta-feira, 12, 1.740 idosos já haviam recebido a primeira dose da Coronavac, entre moradores das Instituições de Longa Permanência (ILPI) e não institucionalizados.

O cronograma de vacinação está seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Imunização (PNI). Até agora, receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 os profissionais da saúde da rede pública, idosos moradores de Instituições de Longa Permanência (ILPI), adultos acima de 18 anos com deficiência intelectual e física, moradores de Residenciais Inclusivos e idosos acima de 80 anos.

O secretário municipal da Saúde, Régis Fonseca, lembra que o governo segue vacinando de acordo com as doses que já têm disponível. “Devido a pouca quantidade de vacina que temos no momento, vamos aguardar a chegada de novas doses para que possamos garantir a segunda aplicação do imunizante à todos que já iniciaram o processo de imunização”, afirma. De acordo com a Viemsa, até o momento, 3.229 trabalhadores da área da saúde, 277 idosos residentes em ILPI e 2.074 idosos, não institucionalizados, juntamente com seus cuidadores, já receberam a primeira dose da Coronavac.