Gravataí terá a primeira escola cívico-militar rural do Brasil | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Gravataí terá a primeira escola cívico-militar rural do Brasil

Gravataí terá a primeira escola cívico-militar rural do Brasil

O prefeito Luiz Zaffalon entregou, na última sexta-feira, 26, um ofício ao deputado estadual tenente-coronel Luciano Zucco informando sobre o interesse de Gravataí em ter uma escola cívico-militar.
O encontro ocorreu na Escola Municipal de Ensino Fundamental Murialdo, que deverá ser a primeira do Brasil a ser cívico-militar rural. A ação no município foi intermediada pelo vereador Evandro Coruja, que também estava presente.

Segundo o prefeito Zaffa, ter uma escola cívico-militar foi uma das suas bandeiras de campanha. “Sei da transformação que uma escola destas pode fazer na vida das nossas crianças e jovens porque sou formado por uma instituição desse tipo. Acredito que a disciplina, o comprometimento e o respeito são valores que, cada vez mais, a sociedade necessita. Assim, estamos muito satisfeitos de iniciar esse processo da vida da escola cívico-militar, ainda mais com este viés rural, como tem a Murialdo”, relatou.

A EMEF Murialdo conta, atualmente, com cerca de 400 alunos, distribuídos em 14 turmas do 1° ao 9° ano do Ensino Fundamental, divididas entre os turnos da manhã e tarde. No contraturno, a instituição de ensino oferece, principalmente para os alunos que se encontram em situação de vulnerabilidade, atividades de técnicas agrícolas. A escola também possui a Banda Marcial Murialdo, atualmente composta por 40 alunos.
Conforme o diretor da EMEF Murialdo, Paulo Juares Cardoso, os alunos são oriundos dos bairros Xará e Sagrada Família. “Estamos muito felizes de termos sido escolhidos para ser a primeira escola do Brasil a ser cívico-militar rural. Tenho certeza que estas práticas contribuirão muito na formação dos nossos alunos”, comentou.

O vereador Coruja lembrou que este também foi um compromisso seu de campanha e que acredita que o respeito e a valorização da pátria e da família são os primeiros passos para a redução da violência.

Escolas Cívico-Militares no RS

O deputado Zucco é autor do projeto, transformado em lei sancionada pelo governador Eduardo Leite, que cria o modelo cívico-militar no RS. A lei permite que militares da reserva possam exercer as funções de monitoria. Assim, abriu-se a possibilidade para que todos os municípios tenham suas escolas, desde que a administração municipal assim o queira.

Também estiveram presentes no ato da entrega do ofício de intenção, a secretária Municipal da Educação, Sonia Oliveira, a Chefe de Gabinete, Mari Leia Bastiani e a vice-diretora da EMEF Murialdo, Adriana Macedo.