Gravataí segue as restrições extraordinárias determinadas por Decreto Estadual | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Gravataí segue as restrições extraordinárias determinadas por Decreto Estadual

Gravataí segue as restrições extraordinárias determinadas por Decreto Estadual

O prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon, anunciou no sábado, 20, durante transmissão via Facebook, que Gravataí irá cumprir com as determinações definidas no Decreto Estadual 55.764, que institui medidas sanitárias extraordinárias para fins de prevenção e de enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19) no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul.

O decreto do governo do RS tem validade até o dia 2 de março. Zaffa acredita na possibilidade de Gravataí ficar na bandeira vermelha, o que abrandaria um pouco as restrições. Isso vai depender de reunião, marcada para esta segunda-feira, entre o governador Eduardo Leite e a direção da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). Se for mantido o modelo de cogestão, as prefeituras da Região Dez, da qual Gravataí faz parte, estariam liberadas para flexibilizar as restrições.

“É uma situação grave, de lotação completa de nossas estruturas hospitalares. Não só aqui, mas em toda a região”, destacou o prefeito. Segundo o secretário de Saúde, Régis Fonseca, no Hospital Dom João Becker Santa Casa, a capacidade de atendimento chegou a 100%, e no Hospital de Campanha já ultrapassou a capacidade. Em função disso, foram criados 15 novos leitos para atender os gravataienses. O secretário alertou que a população pode buscar atendimento nos postos de saúde do município – UBS e USF. “Aqueles com sintomas de coriza, febre e tosse devem procurar uma das 29 unidades de saúde do município”, esclareceu Régis.

Já na noite de sábado, a Guarda Municipal de Gravataí estava nas ruas orientando as pessoas a não ficarem aglomeradas. Os estabelecimentos que estavam funcionando tiveram de fechar as portas. Também participaram da operação a Brigada Militar e fiscais da SMDET.

O decreto estadual prevê: “Vedação da realização de festas, reuniões ou eventos, formação de filas e aglomerações de pessoas nos recintos ou nas áreas internas e externas de circulação ou de espera, bem como nas faixas de areia das praias, calçadas, portarias e entradas dos prédios e estabelecimentos, públicos ou privados, durante o horário compreendido entre as 22h e as 5h”. Conforme o decreto, “consideram-se estabelecimentos, lojas, restaurantes, bares, pubs, centros comerciais, cinemas, teatros, auditórios, casas de shows, circos, casas de espetáculos e similares, dentre outros, que realizem atendimento ao público, com ou sem grande afluxo de pessoas”.

Nesta terça-feira, a partir da definição de qual bandeira estará em vigência em Gravataí, a Prefeitura editará um decreto com as novas medidas. Segundo Zaffa, por enquanto, as aulas presenciais na rede municipal de ensino estão suspensas.

Participaram da live, além do prefeito Zaffa, o vice-prefeito de Gravataí, Dr. Levi Melo, e os secretários municipais Régis Fonseca (Saúde), Sonia Oliveira (Educação) e coronel Flávio Lopes (Segurança Pública).