Gravataí disponibilizará atendimento psicológico para profissionais da saúde e servidores aposentados por videoatendimento | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Gravataí disponibilizará atendimento psicológico para profissionais da saúde e servidores aposentados por videoatendimento

Gravataí disponibilizará atendimento psicológico para profissionais da saúde e servidores aposentados por videoatendimento

A pandemia trouxe uma série de mudanças tanto na rotina profissional como nos laços afetivos da população, afetando diretamente o psicológico de muitas pessoas. Dessa forma, a Prefeitura de Gravataí, por meio do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) da Secretaria Municipal da Administração, Modernização e Transparência (Smat), deu início nesta quinta-feira, 27, ao Programa de Saúde Mental (PSM) para profissionais da saúde que atuam na linha de frente da Covid-19 e servidores aposentados que estão praticando o isolamento social.

O atendimento será feito por profissionais voluntários de psicologia que atuam na rede do município.
Os serviços de orientação psicológica, acolhimento e escuta aos colaboradores ocorrerão por meio da ferramenta de videoatendimento, desenvolvida pela IPM Sistemas de Gestão Pública, no site oficial da Prefeitura. Sendo assim, os servidores que desejarem participar do programa como pacientes ou psicólogos devem enviar e-mail para smat.servicosocial@gravatai.rs.gov.br, solicitando a ficha de inscrição. Após, é necessário aguardar contato para a admissão no PSM, bem como as orientações necessárias para agendar a consulta, que dependerá da disponibilidade dos psicólogos.

De iniciativa das assistentes sociais do SESMT, Imara Rinkevicius e Priscilla dos Santos, junto à psicóloga Carolina Pacheco, que também trabalha no serviço, o Programa de Saúde Mental abrange profissionais de saúde no front do Coronavírus por conta de fatores presentes na rotina desses indivíduos como cansaço, sensação de impotência e distanciamento da família pelo medo de transmitir o vírus. Já a inclusão dos servidores aposentados no projeto se explica pela falta de contato destes com os familiares por pertencerem ao grupo de risco, trazendo à tona sentimentos de solidão, estresse, risco de automedicação e dificuldade de acesso à informação.
“Neste momento conturbado pelo qual estamos passando, nosso objetivo é cuidar da saúde dos colaboradores para evitar o desenvolvimento de doenças psicológicas. Eles merecem ser ouvidos e receber toda a ajuda possível para enfrentar os problemas”, ponderou Priscilla.

Imara, Priscilla e Carolina ressaltaram que o PSM preza pela privacidade das informações relacionadas à vida pessoal dos pacientes, mantendo o devido sigilo. Para mais informações, contate o telefone (51) 3600-7333.