Dr. Levi é o candidato a vice-prefeito ao lado de Luiz Zaffalon na coligação "Gravataí Não Pode Parar" | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Dr. Levi é o candidato a vice-prefeito ao lado de Luiz Zaffalon na coligação “Gravataí Não Pode Parar”

Dr. Levi é o candidato a vice-prefeito ao lado de Luiz Zaffalon na coligação “Gravataí Não Pode Parar”

O médico Levi Lorenzo Melo (Republicanos) será o candidato a vice-prefeito ao lado de Luiz Zaffalon (MDB), na coligação “Gravataí Não Pode Parar”, que reúne oito partidos (MDB, Republicanos, PSDB, PP, PTB, PSL, PRTB e PSB), representando a continuação do projeto de gestão do governo do prefeito Marco Alba, que está em seu segundo mandato (2013-2016 e 2017-2020). A administração de Marco Alba é reconhecida como a que promoveu as maiores e mais profundas transformações, especialmente em obras estruturais. Estiveram presentes ao encontro, realizado no Hotel Radar, na tarde de sábado, todos os presidentes dos partidos da coalizão: Sônia Oliveira (MDB), Denner Gelinger (PSDB), Roberto Andrade (PP), Luciano Oliveira (PTB), Juliano Vieira (PSL), Nataniel Correa (PRTB), Paulo Silveira (PSB), além do Dr. Levi (Republicanos).

“Depois de um debate maduro e respeitoso com todas as direções dos oito partidos que integram a chapa, entendemos que o nome do Dr. Levi é o mais adequado para, neste momento, compormos a chapa ao lado do Luiz Zaffalon”, disse o prefeito, durante transmissão ao vivo pelo Facebook. “Agradecemos às direções de todos os partidos que integram a coligação ‘Gravataí Não Pode Parar’, mas especialmente ao presidente do PSDB municipal, Denner Gelinger. Que, junto com os demais colegas de partido, protagonizou um gesto significativo, demonstrando maturidade política”, ressaltou o prefeito.

Em nome das direções dos demais partidos, Denner ressaltou a importância de manter o atual projeto de gestão. “Resolvemos que queríamos mudar Gravataí, fazer diferente de tudo que já havia sido visto. O projeto que construímos é muito maior do que a individualidade de cada um desses partidos. Essa foi a lógica que usamos como grupo, como partido. Tenho certeza que os demais partidos que compõem esse projeto pensaram com sintonia, para criarmos as condições para dar continuidade às ações que estão sendo feitas pela nossa cidade”, reiterou Denner. O dirigente do PSDB. “Não podemos investir em uma aventura. Para estar à frente de uma administração municipal, tem de ter conhecimento, tem de estar dispostos a se doar pela comunidade.”

Em sua primeira manifestação como candidato a vice-prefeito da coligação “Gravataí Não Pode Parar”, Dr. Levi evidenciou a importância da manutenção do trabalho do atual governo: “Teremos muito trabalho pela frente. Nesses oito últimos anos, Gravataí cresceu imensamente, como nunca se imaginou”. Conforme Levi, a gestão liderada pelo prefeito Marco Alba recuperou o crédito da Prefeitura, arrumou a casa e criou as condições para que as obras virassem realidade.

O prefeito Marco Alba lembrou que Gravataí, nesses últimos oito anos, pagou em torno de R$ 350 milhões de dívidas herdadas de governos passados. “Profissionalizamos a gestão, escolhemos pessoas capacitadas, controlamos as finanças e criamos as condições para investir em obras”, ilustrou o prefeito. Conforme o prefeito, são R$ 110 milhões investidos em obras, nas mais diversas áreas. “Imaginem se tivéssemos disponíveis os R$ 350 milhões, dinheiro do povo de Gravataí, que foi para pagar precatórios (dívidas judiciais) que a Justiça determinou. Seriam mais serviços para todas as áreas.”

O candidato a prefeito Luiz Zaffalon lembrou que “nenhum governo fez o que fizemos pela cidade, em todas as áreas, e temos condições de fazer muito mais”. Zaffalon destacou o fato de o candidato a vice-prefeito ser médico: “Neste momento em que o mundo todo atravessa uma grande crise na saúde, todos os conceitos existentes nessa área devem ser revistos no Brasil. Nenhuma política pública será implantada, a partir de agora, se não revermos essa condição da saúde. Nada mais importante como termos na nossa chapa como vice-prefeito um médico, que fala essa linguagem e conhece esse assunto. Dr. Levi, seja bem-vindo. Vamos precisar muito dos teus conselhos e da tua prática pelos anos que tens de Medicina. Gravataí merece uma chapa com esta qualificação”.

Também estiveram presentes à reunião a presidente do MDB Mulher do RS, Patrícia Bazotti Alba; os vereadores Alan Vieira, Airton Leal e Alex Tavares, do MDB; Neri Facin, Mário Peres e Demétrio Tafras, do PSDB; e Fábio Ávila, do Republicanos.