Da Aldeia para a França | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Da Aldeia para a França

Da Aldeia para a França

Menino de Gravataí é destaque no time do E.C. Cruzeiro e jogará torneio em Paris

Uma jovem promessa do futebol gravataiense, que está mostrando sua habilidade nos gramados do interior do Estado, agora também vai brilhar nos gramados da Europa. O menino João Vitor Schneider, de 14 anos, aterrissa em Paris no mês de Maio, onde vai representar o Brasil, com mais 15 atletas, no Torneio Mundial Pupilles Plomelin 2015.

João Vitor mora com seus pais no bairro Neópolis e estuda na Escola Rosa Maria, no mesmo bairro. Ele começou a jogar futebol na escolinha do Clube Vila Branca, e após defender o time no campeonato de Cachoeirinha, foi convidado para atuar na Ponte Preta.

O jovem talento atuou no meio campo do Esporte Clube Cruzeiro, de Cachoeirinha, durante a última conquista do clube, no mês de Janeiro,  na Copa Cidade das Flores, em  Santa Clara Do Sul, pela categoria de 2002. Nesta copa ele foi selecionado pelos representantes do Planeta Bola, uma empresa organizadora de eventos esportivos, para participar do time que será um dos representantes brasileiros no torneio francês. A competição que serve como uma oportunidade para novos talentos é disputada pelos principais clubes profissionais da Europa

10930853_609006945910544_3573645634861485210_nEle também jogou pela E. C. Ponte Preta, sendo campeão com o clube no último ano, e pelo Vila Elisa, ambos times de Cachoeirinha.  João Vitor busca agora demonstrar na França, o mesmo talento que apresentou nos clubes da região metropolitana e propiciou essa oportunidade. Antes de embarcar para Paris, os selecionados farão uma preparação de três dias em Curitiba, e após viajarão até São Paulo, onde pegarão o vôo para Paris.

Todos os custos para a realização do sonho de jogar na Europa giram em torno de R$ 5.500,00, e devem ser pagos pelo atleta. João Vitor conta com a ajuda de amigos e familiares para juntar o montante do valor. Empresários e comerciantes também estão apoiando o jovem talento, mas ele ainda não conseguiu todo o valor para realizar a viagem. Interessados em ajudar podem entrar em contato com a redação que encaminharemos a intenção aos pais do menino.

 

Texto: Filipe Foschiera