Becker atinge capacidade máxima de assistência Covid | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Becker atinge capacidade máxima de assistência Covid

Becker atinge capacidade máxima de assistência Covid

Reforçando o que o prefeito já havia anunciado na sexta-feira, o Hospital Dom João Becker anunciou por meio de nota, na tarde deste domingo, que chegou ao seu limite assistencial e que não possui condições de admitir novos pacientes infectados com o coronavírus. Toda a sua estrutura de 99 leitos (sendo 20 leitos de UTI e 79 de internação clínica) para o tratamento de pacientes com Covid-19 encontra-se plenamente ocupada. A área mais sensível de toda estrutura é o Hospital de Campanha, projetado originalmente para receber 10 pacientes em internação e atender às consultas. Nos últimos dias, tem sido constante a presença de mais de 50 pacientes em atendimento, entre internados e em observação. Essa estrutura não suporta a assistência desse volume de pacientes.
Após detalhada avaliação técnica, verificou-se que não há qualquer possibilidade de expansão na estrutura vigente e o hospital não terá condições de absorver a crescente demanda de pacientes com Covid-19. Se o volume de infectados continuar crescendo no atual ritmo lamentavelmente o número de óbitos irá se multiplicar em Gravataí e em todo o Estado. Mesmo com todos os esforços, são mantidos uma média de 130 a 140 pacientes internados com coronavírus na instituição. Esse número representa mais de 70% da capacidade original de leitos do hospital. O acréscimo cada vez maior de pacientes com quadro severo de Covid acaba também sobrecarregando médicos e profissionais da enfermagem no atendimento de pacientes não-covid. A medida de interromper o atendimento a novos pacientes Covid se faz necessária, também, a fim de se garantir atendimento de qualidade às outras demandas graves de saúde da população que continuam chegando às portas do Hospital.
De forma a tentar amenizar o atual cenário de superlotação, a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre tomou a iniciativa de, no limite da capacidade da unidade Matriz, transferir pacientes infectados de Covid-19 de Gravataí mesmo sem haver regulação estadual. Essa é a segunda vez que a Santa Casa toma esse tipo de atitude para tentar conter o processo de superlotação do Hospital Dom João Becker.
Com esse cenário, que extrapolou qualquer outra crise sanitária ocorrida há décadas, a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre e o Hospital Dom João Becker comunicam que se chegou ao esgotamento desta estrutura dedicada aos pacientes com Covid-19 e clama à população e aos representantes legais que, por hora, busquem outras alternativas de atendimento para Covid, seja nas estruturas públicas do município seja na própria região metropolitana.
Essa medida será constantemente reavaliada de modo a poder restabelecer os atendimentos tão logo a estrutura do Hospital possa suportar.