Assinada a ordem de início do Centro de Educação Especial Irmã Soledade | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Assinada a ordem de início do Centro de Educação Especial Irmã Soledade

Assinada a ordem de início do Centro de Educação Especial Irmã Soledade

O prefeito Marco Alba assinou na manhã desta segunda-feira, 1º de junho, a ordem de início da obra do Complexo de Educação Especial. O local, neste primeiro momento, abrigará a Escola Municipal de Ensino Especial Cebolinha e o Centro de Educação Especial. O prazo da obra é de dez meses, e o valor estimado é de cerca de R$ 8,1 milhões. No local também será construído um ginásio poliesportivo e um auditório com capacidade para 120 lugares. A execução será feita pela MTK Construção Civil Eireli, representada no ato da assinatura por Paulo Sérgio Spanholo. Também participou da ação a secretária de Educação Sônia Oliveira.
“Esta, sem dúvida alguma, é uma das obras mais importantes deste governo. Sempre ouvi dizer que a educação é a coisa mais importante e de maior valor para o ser humano. Por isso, trabalhamos para levar qualidade para toda a nossa rede municipal de ensino. Este complexo de educação especial visa a dar melhores condições para que nossas crianças e jovens sejam atendidas nas suas especificidades e possam se desenvolver”, disse o prefeito.
A secretária Sônia revela que a capacidade de atendimento da Escola Cebolinha irá dobrar, passando das 80 vagas atuais para 160. Além disso, os cerca de 1,1 mil alunos que possuem alguma especificidade de ensino poderão receber atendimentos no contraturno de aula, como por exemplo nas salas de recurso e nos consultórios psicológicos. “Todos os nossos atendimentos serão ampliados e nossos alunos terão um espaço mais moderno e adequado para se desenvolverem.”
Ela afirma que, em um segundo momento, a Escola Municipal de Ensino Especial para Surdos também se mudará para o complexo. “Neste primeiro momento será construído o andar térreo, que compreende a Cebolinha e o Centro. No projeto, há um segundo andar onde será instalada a Emees.”
O Complexo de Educação Especial será construído na rua Divinéia (antigo campo do Ferroviário), no Bairro Aliança.

Local receberá o nome de Irmã Soledade
Com o intuito de homenagear o grande trabalho feito pelas irmãs da Congregação Imaculado Coração de Maria (fundadoras do Colégio Dom Feliciano), o prefeito Marco Alba indicou o nome de Regina Bistrot, a Irmã Soledade, para o complexo. A religiosa, que fará 100 anos em 9 de novembro deste ano, veio para Gravataí em 1949, onde morou até 2011. Ela viveu na Comunidade do Colégio Dom Feliciano por 62 anos. Primava pelo Colégio, tinha grande amor às crianças e adolescentes.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *