Documentário sobre o Rio Gravataí com duas sessões no Sesc | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Documentário sobre o Rio Gravataí com duas sessões no Sesc

Documentário sobre o Rio Gravataí com duas sessões no Sesc

A turnê de exibições do documentário – Gravataí, um rio em minha vida chega ao seu fim nesta terça-feira (18), no Teatro do Sesc de Gravataí, com duas atividades especiais e gratuitas. Às 15h, o filme terá intérprete da linguagem de sinais e às 20h a exibição terá análise técnica em produção audiovisual, com a participação de profissionais do segmento. A comunidade de Gravataí terá a oportunidade de conhecer mais sobre os recursos naturais e a história do rio que abastece a cidade e também corta os municípios de Santo Antônio da Patrulha, Glorinha, Cachoeirinha, Alvorada e Viamão. O documentário “Gravataí, um rio em minha vida” integra o acervo do CineSesc e terá exibições gratuitas no Teatro do Sesc Gravataí (Rua Anápio Gomes, 1241). Escolas podem realizar agendamento pelo telefone (51) 3497-6263.
Com o lema – O que você pode fazer com sua câmera – os autores do documentário, jornalista Andrei Fialho e o historiador Amon da Costa promoverão, às 20h, um debate a partir da exibição do filme, com a participação da atriz Marlise Damin, do comunicador André Valdez e do músico e técnico de áudio Carlos Malluk. O objetivo é reunir experiências e também ressaltar dicas e cuidados para quem deseja fazer trabalhos com audiovisual de qualquer modalidade. Além disso, o presidente do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí, Sérgio Cardoso, fará explanação sobre o presente do Rio Gravataí.

// Projeto de exibições chega ao fim
Foram 24 exibições em sete municípios gaúchos, uma transmissão pelo canal TVE em toda sua rede, 500 dvds distribuídos para diversas instituições e mais de 2500 expectadores diretos nos eventos, que foi financiado pelo sistema Pró-Cultura RS, da Secretaria Estadual da Cultura com apoio à circulação do documentário, divulgando o audiovisual Gaúcho de uma forma mais pedagógica e propositiva, tendo como foco o meio ambiente, cinematográfica e produção independente, em palestras interdisciplinares e multiculturais.

// Novo projeto, novo documentário
A dupla, Andrei Fialho e Amon da Costa já estão com novo projeto de documentário aprovado para receber patrocínio por meio de renuncia fiscal de ICMS da Lei de Incentivo à Cultura do Estado. O novo trabalho “Os Pares, quando a dança e o amor se confundem” irá relatar os bastidores de um grupo de dança que ao longo dos anos se configurou em uma micro-sociedade. O documentário do rio foi lançado há três anos, e os autores não imaginavam ir tão longe com o material.
— Sabíamos que ele poderia ser o início na nossa carreira no audiovisual e agora queremos fazer outro filme com outra abordagem, outras técnicas, chegou a hora de dar descanso ao Rio — revela Costa.
O empresário Diego Cardoso, um dos patrocinadores do documentário, destaca que o retorno de exibição da sua marca junto ao documentário transcendeu sua expectativa inicial.
— No início quis apoiar o projeto pela sua proposta em si, hoje percebo que fiz um grande investimento que agregou valor a minha marca — revela Cardoso.