Para se Distrair | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Para se Distrair

Para se Distrair

por Katia Almeida

Histórias que contam história

Volta as aulas, retorno aos estudos, por isso as dicas dessa semana são com filmes relacionados a história. O primeiro é o filme Olga, de Jayme Monjardim, que conta a vida da judia, alemã e comunista Olga Benário Prestes no período da Ditadura de Vargas, e também da Alemanha nazista. O segundo é O Menino do Pijama Listrado, este se passa diretamente na Alemanha, na época da Segunda Guerra Mundial.

 

Olga

Gênero: Biografia/ Drama/ Histórico/ Romance

Dirigido por: Jayme Monjardim

Duração: 1h39

olga

O filme não tem a melhor produção do mundo, alguns closes em excesso no rosto da protagonista Camila Morgado. Mas nada que comprometa a trama. Olga é um filme bastante emocionante, tem o fato de ser brasileiro, contar um pouco da nossa história, ainda que permeie muito pelo romance entre o casal Prestes. Ele conta a história da jovem judia, alemã e militante comunista Olga Benário Prestes. A história começa exatamente com o fato de ser militante comunista, ela é perseguida pela polícia e foge para Moscou, onde recebe treinamento militar e é encarregada de acompanhar Luís Carlos Prestes (Caco Ciocler) de volta ao Brasil. Ele também comunista e pretende derrubar a ditadura Vargista que estava instaurada no Brasil. Na viagem, enquanto planejam a Intentona Comunista contra o presidente Getúlio Vargas, os dois acabam apaixonando-se. Parceiros na vida e na política, Olga e Prestes terão de lutar pelo amor, pelo comunismo e, principalmente, pela sobrevivência. Ela acaba sendo deportada para a Alemanha Nazista, grávida de 2 meses. Ela tem sua filha Anita Leocádia na prisão feminina do Campo de Concentração de Barnimstrae. Afastada da filha, Olga é então enviada para o Campo de Concentração de Ravensbrück. O filme conta com cenas bastante fortes, mostra os efeitos que a tortura pode ocasionar em alguém. Impossível não sentir o estomago revirado ao escutar alguns diálogos sobre como as mulheres e homens que iam contra o regime eram torturados. Olga foi um grande sucesso de bilheteria; 385 mil pessoas o assistiram apenas no fim de semana de estreia no Brasil. A obra também recebeu três prêmios no Grande Prêmio Brasileiro de Cinema de 2005, mas teve recepção negativa da imprensa alemã.

 

O Menino do Pijama Listrado

Gênero: Drama

Dirigido por: Mark Herman

Duração: 1h34

Print

O menino Bruno (Asa Butterfield), de 8 anos, é filho de um oficial nazista (David Tewlis) que assume um cargo importante em um campo de concentração. Sem saber realmente o que seu pai faz, ele deixa Berlim e se muda com ele e a mãe (Vera Farmiga) para uma área isolada, onde não há muito o que fazer para uma criança com a idade dele. Os problemas começam quando ele decide explorar o local e acaba conhecendo Shmuel (Jack Scanlon), um garoto de idade parecida, que vive usando um pijama listrado e está sempre do outro lado de uma cerca eletrificada. A amizade cresce entre os dois e Bruno passa, cada vez mais, a visitá-lo, tornando essa relação mais perigosa do que eles imaginam. Ele mostra o horror do nazismo através da inocência infantil, isso que o faz ser tão emocionante. Ele é baseado no livro homônimo de John Boyne, o horror e a inocência dão-se as mãos e compõem uma ciranda cujo efeito para o espectador é um misto de encanto e repulsa. Isso fica explícito logo nos primeiros minutos de exibição quando as crianças, absortas em suas brincadeiras, correm pelas ruas. Estrategicamente espalhados pelo cineasta nas cenas estão elementos como soldados, cães, bandeiras com suásticas. Por esses pequenos detalhes ele acaba sendo um filme poético sobre algo terrível. A amizade entre os dois garotos comove o público. Vale a pena cada minuto e leve junto os lencinhos porque ele é emocionante.