Coluna: Outras Palavras | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Coluna: Outras Palavras

Coluna: Outras Palavras

Culpa da crise?

Desculpem, mas esta história de que o prefeito do PSB só vai pagar a primeira parte do 13º salário ao funcionalismo em setembro, por causa da crise, não cola! Isso me cheira a má gestão do orçamento. Aos 45 do segundo-tempo – quando os servidores já contavam, evidentemente, com o depósito na conta – a prefeitura aprova na Câmara o projeto de lei que simplesmente muda a data da primeira parcela de julho para setembro, passando por cima de direitos adquiridos. Foram 12 votos favoráveis da base aliada. Inclusive da vereadora Jaqueline Ritter, que é servidora pública de carreira. O vereador Gelson Braga apresentou um atestado, providencial, diga-se de passagem, já que assim não precisou contra a sua própria categoria uma vez que também é servidor. Votaram contra os vereadores Irani Teixeira (PCdoB), Antônio Teixeira (PSB) e a vereadora Rosane Lipert (PT). É muito cômodo dizer que a prefeitura não tem recursos para o pagamento devido a “não estarem recebendo repasses”. Mas de que repasses estamos falando? De repasses estaduais? Federais? Quais? Nós todos, pagadores de impostos, temos direito de saber a verdadeira situação dos cofres públicos. Antes de qualquer medida arbitrária como esta que penaliza os servidores, cabe uma prestação de contas da prefeitura. Mas não de faz-de-conta. A população merece transparência.

 

Caos em Cachoeirinha

Capa do Correio de Cachoeirinha desagradou a turma do prefeito. Motivo? A manchete “Caos em Cachoeirinha”? Bom, se não é caos, não saberia como chamar. A foto também causou polêmica. O alagamento é em Cachoeirinha ou em Porto Alegre?  A responsabilidade é de quem? Seria engraçado se não fosse trágico. Daquela onda para lá é Porto Alegre. Daquela onda para cá, Cachoeirinha. Não se trata de achar culpados, mas de refletir sobre responsabilidades. Sobre tragédias anunciadas. A Olaria, por exemplo. Quem não sabe que se chover um pouco que seja, acima do normal, haverá risco para as famílias? Solução para isso? O seu realocamento urgente para as moradias que aguardam no Loteamento Chico Mendes há cinco anos. E que estão lá, vazias e se deteriorando. 17  milhões, por baixo, de recursos públicos sendo desperdiçados. Temos pelo menos mais um mês de inverno pela frente , que já sabemos, será chuvoso. Então os poderes públicos que estudem as medidas preventivas cabíveis para enfrentar novas cheias. É pedir muito?

 

Outro Nefasto

O ex-consultor da empresa Toyo Setal, Julio Camargo,  disse, em depoimento ao juiz Sérgio Moro, que Eduardo Cunha pediu US$ 5 milhões de propina para que um contrato de navios-sonda da Petrobras fosse viabilizado. Agora, o todo-poderoso Presidente da Câmara – que tem por costume não aceitar as deliberações do Plenário quando são contra a sua vontade, e, com manobras, passa por cima do Regimento Interno recolocando, arbitrariamente e indevidamente, projetos já apreciados em nova votação – está achando que o STF é o quintal da sua casa, e da Câmara, e foi pedir ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, agilidade na decisão sobre o seu pedido de suspender a ação penal em que foi citado. Parodiando um amigo meu, este Cunha é o que de mais nefasto a política brasileira e seu financiamento privado produziram nestes últimos tempos.